Escolha as suas informações

Jorge Jesus denuncia “clima de impunidade no futebol português”
Desporto 2 min. 05.05.2021

Jorge Jesus denuncia “clima de impunidade no futebol português”

Jorge Jesus denuncia “clima de impunidade no futebol português”

Foto: Lusa
Desporto 2 min. 05.05.2021

Jorge Jesus denuncia “clima de impunidade no futebol português”

Lusa
Lusa
O treinador do Benfica, Jorge Jesus, considerou hoje que existe “um clima de impunidade no futebol português”, mas manifestou-se satisfeito por Sérgio Conceição poder estar no banco de suplentes do FC Porto, no encontro de quinta-feira.

Questionado sobre se considerava haver um clima de impunidade favorável ao rival, devido à suspensão do castigo ao seu treinador, o técnico estendeu a resposta a todo o setor a nível nacional e lembrou que, “no futebol, as competências jurídicas que decidem são do foro desportivo e não de tribunais civis”.

“Acho que há um clima de impunidade no futebol português. Acho que as autoridades que mandam e têm competência estão a perder a autoridade a todos os níveis”, denunciou Jorge Jesus, em conferência de imprensa, no Seixal.

Apesar de sublinhar que não lhe compete analisar essa situação, mostrou-se satisfeito pela presença de Sérgio Conceição no banco de suplentes do FC Porto, na partida da 31.ª jornada da I Liga, mas não disse se isso beneficia o adversário, mesmo após insistência na questão.

“Quanto ao facto de o meu colega estar no jogo, ainda bem que vai estar. Treinador principal é treinador principal e ainda bem que vai estar”, limitou-se a dizer Jorge Jesus.

O Tribunal Arbitral do Desporto aceitou a providência cautelar interposta por Sérgio Conceição, que tinha sido suspenso por 21 dias, na sequência dos protestos dirigidos ao árbitro Hugo Miguel, após o jogo Moreirense-FC Porto, anunciou hoje o clube campeão português.

O técnico portista foi expulso pelo árbitro depois do final da partida da 29.ª jornada da I Liga, que terminou com um empate 1-1, por “lesão da honra e reputação” de Hugo Miguel, como informa a comunicado do Conselho de Disciplina da FPF.

Sobre a nomeação de Artur Soares Dias para o ‘clássico’ de quinta-feira, o treinador mostrou-se confiante não só no trabalho do árbitro principal, como também no de João Pinheiro, que irá desempenhar as funções de videoárbitro (VAR).

“[Artur Soares Dias] é um dos bons árbitros que temos. Não é só ele, há vários. Segundo sei, é o João Pinheiro que estará no VAR, é um grande árbitro, de qualidade. Há três, quatro ou cinco árbitros que podiam arbitrar o jogo sem problemas nenhuns e o Artur Soares Dias é um deles”, comentou.

O Benfica recebe o FC Porto na quinta-feira, às 18:30, em partida da 31.ª jornada da I Liga, na qual estará em discussão a luta pelo segundo lugar, que dá acesso direto à Liga dos Campeões.

Os ‘encarnados’ seguem em terceiro lugar, a quatro pontos do FC Porto, e precisam de vencer para manter intactas as esperanças de terminar no segundo posto, apesar de dependerem ainda de mais um ‘deslize’ do rival nas últimas três jornadas.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O árbitro Hugo Miguel, da Associação de futebol de Lisboa, dirige hoje o jogo entre Benfica e Sporting, da 16ª jornada da I Liga, indicou o Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol.
Jorge Sousa, da associação do Porto, é o melhor árbitro de futebol de 2016/17, com o juiz a terminar à frente de Artur Soares Dias, que na anterior temporada foi o líder no ‘ranking’ da arbitragem.