Escolha as suas informações

Infantino reeleito presidente da FIFA por aclamação
Desporto 05.06.2019

Infantino reeleito presidente da FIFA por aclamação

Gianni Infantino foi eleito para o segundo mandato pelas 211 federações que compõem a FIFA.

Infantino reeleito presidente da FIFA por aclamação

Gianni Infantino foi eleito para o segundo mandato pelas 211 federações que compõem a FIFA.
Foto: AFP
Desporto 05.06.2019

Infantino reeleito presidente da FIFA por aclamação

Sem adversário neste Congresso, Infantino foi eleito para o segundo mandato pelas 211 federações que compõem a FIFA.

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, foi hoje reeleito, por aclamação, presidente da FIFA até 2023, durante o 69.º Congresso do organismo que tutela o futebol mundial, a decorrer em Paris.

Infantino, de 49 anos, foi eleito pela primeira vez em fevereiro de 2016 para completar o mandato de Joseph Blatter, que foi suspenso por estar envolvido num caso de corrupção no organismo.

No discurso de abertura do Congresso, Infantino diz que desde a sua chegada a FIFA deixou de ser "tóxica, quase criminosa" e que agora é "sinónimo de credibilidade, confiança, integridade, igualdade e direitos humanos".

"Lembrem-se do estado da FIFA nesse congresso [em 2016]. Os últimos três anos e quatro meses não foram certamente perfeitos. Certamente que cometi erros, mas tentei melhorar. Hoje, num dia de eleição, ninguém fala de crise. Ninguém fala de reconstruir a FIFA do início, ninguém fala de escândalos, ninguém fala de corrupção", referiu.

Lusa

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

FIFA: Blatter anuncia demissão
O suíço Joseph Blatter demitiu-se hoje da presidência da FIFA, na sequência do escândalo de corrupção que abala o organismo máximo do futebol, e anunciou a marcação de um congresso extraordinário para eleição de um sucessor.
FIFA President Sepp Blatter gestures after being re-elected following a vote to decide on the FIFA presidency in Zurich on May 29, 2015.   Sepp Blatter won the FIFA presidency for a fifth time Friday after his challenger Prince Ali bin al Hussein withdrew just before a scheduled second round.
AFP PHOTO / MICHAEL BUHOLZER