Escolha as suas informações

I Liga de futebol: FC Porto vence Marítimo e reduz para um ponto desvantagem para o Benfica

I Liga de futebol: FC Porto vence Marítimo e reduz para um ponto desvantagem para o Benfica

Desporto 2 min. 16.12.2016

I Liga de futebol: FC Porto vence Marítimo e reduz para um ponto desvantagem para o Benfica

O FC Porto recebeu e venceu ontem o Marítimo por 2-1, em jogo antecipado da 15.ª jornada da I Liga de futebol, reduzindo para apenas um ponto a sua desvantagem para o comandante da prova, o Benfica.

O FC Porto recebeu e venceu ontem o Marítimo por 2-1, em jogo antecipado da 15.ª jornada da I Liga de futebol, reduzindo para apenas um ponto a sua desvantagem para o comandante da prova, o Benfica.

O argelino inaugurou o marcador ainda na primeira parte (45 minutos) e fez a assistência para o golo de André Silva (67), o que permitiu aos 'dragões' somarem o quarto triunfo consecutivo, apesar de o camaronês Djoussé, aos 85, ainda ter causado 'calafrios' aos portistas, ao reduzir a diferença.

Os 'dragões', sem alterações no 'onze' inicial em relação aos últimos dois jogos, entraram no desafio mais pressionantes, não demorando a assumir o controlo da partida e a garantir uma maior presença junto à baliza do Gottardi.

Ainda antes dos 10 minutos, um cabeceamento dividido entre Filipe e Danilo levou o primeiro sinal de perigo para o guardião maritimista, que, batido, viu a bola sair ao lado da sua baliza.

Os insulares sentiam, nesta primeira fase, dificuldades para responder e raramente conseguiram articular um contra-ataque que ameaçasse o tranquilo Casillas, centrando o seu esforço em tapar os caminhos para as investidas dos 'dragões'.

O argelino Brahimi mostrava-se um dos mais inconformados no ataque do FC Porto na procura brechas na defensiva dos 'verde rubros' e, depois de uma primeira ameaça, aos 42 minutos, num remate que mereceu defensa atenta, inaugurou o marcador, aos 45.

Praticamente no último lance do primeiro tempo, Brahimi acreditou numa assistência de Diogo Jota e, mesmo pressionado por Edgar Costa e de um ângulo muito apertado, pôs um ponto final à resistência do Marítimo, assinando o 1-0 com que se chegou ao intervalo.

Em desvantagem, esperava-se uma resposta mais desinibida do Marítimo no arranque do segundo tempo, mas voltou a ser o FC Porto a surgir mais pressionante e a jogar mais perto da baliza contrária.

Os madeirenses ainda conseguiram esboçar um contra-ataque, com Ghazaryan a efetuar o primeiro remate da sua equipa, aos 65, às malhas laterais, mas a ação rapidamente se centrou na baliza de Gottardi.

Aos 67 minutos, Brahimi 'reforçou' a sua candidatura a homem do jogo, desmarcando André Silva, que, fugindo à defesa do Marítimo, não vacilou quando tinha apenas o guardião contrário pela frente, apontando o 2-0.

Com uma vantagem mais confortável, o FC Porto retirou o 'pé do acelerador' e só voltou a criar perigo na parte final, num remate de Diogo Jota, que Gottardi travou com defesa de recurso.

A reação do Marítimo surgiu de forma contundente aos 85 minutos, com um grande golo de Djousse, de fora da área, após jogada de insistência, que, apesar de não beliscar a vitória do FC Porto, interrompeu uma série de sete jogos em que os 'dragões' não sofriam golos.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas