Escolha as suas informações

I Liga: Benfica é tetracampeão
Pela primeira vez na sua história, o Benfica alcança o tetracampeonato

I Liga: Benfica é tetracampeão

Foto: Lusa
Pela primeira vez na sua história, o Benfica alcança o tetracampeonato
Desporto 3 min. 13.05.2017

I Liga: Benfica é tetracampeão

O Benfica sagrou-se hoje, pela primeira vez na sua história, tetracampeão português de futebol, ao vencer em casa o Vitória de Guimarães, por 5-0, em jogo da 33.ª e penúltima jornada da I Liga.

O Benfica sagrou-se hoje, pela primeira vez na sua história, tetracampeão português de futebol, ao vencer em casa o Vitória de Guimarães, por 5-0, em jogo da 33.ª e penúltima jornada da I Liga.

O argentino Franco Cervi (11 minutos), o mexicano Raúl Jiménez (16), o português Pizzi (37) e o brasileiro Jonas (44 e 67), o segundo de grande penalidade, marcaram os golos dos ‘encarnados’, que somaram o seu 36.º campeonato português.

Com este resultado, o Benfica passou a somar 81 pontos, que já não podem ser alcançados pelo perseguidor FC Porto, que tem 73 e menos um jogo, enquanto o Vitória de Guimarães, que interrompeu uma série de sete triunfos consecutivos, vai terminar a I Liga na quarta posição, para já com 62 pontos.

A história até ao tetra

À sexta tentativa, o Benfica chegou, finalmente, à conquista do ambicionado tetracampeonato de futebol, 63 anos depois de o Sporting ter cometido idêntica proeza e 19 após o FC Porto, então na caminhada para o ‘penta’.

Recordista destacado de títulos, com 36 troféus de campeão nacional, contra 27 do FC Porto e 18 do Sporting, o Benfica nunca tinha conseguido chegar ao ‘tetra’, mesmo durante os anos dourados das décadas de 60 (nas quais se sagrou bicampeão europeu) e 70 do século passado.

Até hoje, por cinco vezes o Benfica tinha visto a conquista do tetracampeonato ser travado pelos dois grandes adversários, que precisaram de menos oportunidades para o obter: o Sporting fê-lo à segunda tentativa, entre 1951 e 1954, e o FC Porto logo à primeira, no ‘penta’ alcançado entre 1995 e 1999.

Os ‘dragões’ foram, precisamente, os primeiros a estragar a ‘festa do tetra’ benfiquista, em 1939, depois da conquista de três títulos consecutivos pela equipa lisboeta, o primeiro ‘tri’ do campeonato português, entre 1936 e 1938.

A chegada de Eusébio e a construção de uma das melhores equipas do futebol nacional lançou o Benfica para dois triunfos na Taça dos Clubes Campeões Europeus, em 1961 e 1962, e o domínio da modalidade em Portugal, mas sem nunca chegar ao ‘tetra’.

Entre 1963 e 1977, os ‘encarnados’ sagraram-se 12 vezes campeões nacionais, com quatro tricampeonatos de permeio, tendo sido por três vezes impedidos de vencer quatro títulos consecutivos pelo Sporting e uma vez – a última – pelo FC Porto.

Com Costa Pereira, Germano, Coluna, Simões, José Augusto, Cavém, Torres e Eusébio, o Benfica venceu o campeonato em 1963, 1964 e 1965, mas o Sporting intrometeu-se no ano seguinte, repetindo a ‘desfaçatez’ em 1970 e 1974, após mais dois tricampeonatos do rival lisboeta, entre 1967 e 1969 e entre 1971 e 1973.

Ainda com Simões e Eusébio, mas já ao lado novas estrelas do firmamento benfiquista, como Bento, Humberto Coelho, Diamantino, Toni, Shéu e Nené, o Benfica iniciou em 1975 a caminhada para o último ‘tri’, fechado em 1977, mas o ‘tetra’ voltou a escapar-lhe, desta vez por causa do FC Porto, campeão em 1978.

Desde essa altura e durante mais de 30 anos, o Benfica nunca mais se voltou sequer a aproximar da conquista de quatro títulos seguidos (o melhor que conseguiu foi um ‘bis’ em 1983 e 1984), até hoje, à sexta – e definitiva - tentativa.

O FC Porto foi mais ‘pragmático’ e sagrou-se tetracampeão na primeira oportunidade que dispôs, tendo, inclusive, levado a série de títulos até a um inédito ‘penta’ (de 1995 a 1999), e quase repetido a ‘dose’ pouco tempo depois, ‘ficando-se’ por quatro títulos consecutivos, entre 2006 e 2009.

Muitos anos antes, o Sporting foi travado na caminhada para o ‘tetra’ pelo Benfica em 1950, depois de se ter sagrado campeão em 1947, 1948 e 1949, mas não demorou muito tempo para se converter na primeira equipa a vencer quatro títulos seguidos, entre 1951 e 1954.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas