Escolha as suas informações

Há 60 anos o Luxemburgo batia Portugal
Desporto 3 min. 30.03.2021

Há 60 anos o Luxemburgo batia Portugal

Os capitães René Schneider e José Aguas antes do encontro das duas seleções em 1961, em que o Luxemburgo bateu a equipa das quinas.

Há 60 anos o Luxemburgo batia Portugal

Os capitães René Schneider e José Aguas antes do encontro das duas seleções em 1961, em que o Luxemburgo bateu a equipa das quinas.
Foto: Arquivo/Luxemburger Wort
Desporto 3 min. 30.03.2021

Há 60 anos o Luxemburgo batia Portugal

Catarina OSÓRIO
Catarina OSÓRIO
As duas seleções defrontam-se esta terça-feira no Grão-Ducado no encontro do grupo A de qualificação para o Mundial 2022.

O 8 de outubro de 1961 marcou a história do futebol grão-ducal. Numa vitória improvável, os 'leões vermelhos' bateram a equipa das 'quinas' por 4-2, mesmo com Eusébio na equipa. A efeméride assinalada esta terça pela RTL conta que mesmo com um dos melhores jogadores de sempre da história do futebol, a seleção luxemburguesa conseguiu a vitória com um hat-trick de Ady Schmit e um golo de Nicolas Hoffman. 

Corria a qualificação para o Mundial de 1962, no Chile, competição que viria a ser ganhar pelo Brasil de Pelé. Ao longo das décadas as duas equipas defrontaram-se por 17 vezes, resultando em 15 vitórias para Portugal, uma para o Grão-Ducado, em 1961, e um empate. 

O encontro mais recente entre as duas seleções foi em 2019, na qualificação para o Euro 2020, em que Portugal bateu o Luxemburgo por 2-0. O encontro desta noite entre as duas seleções não será no novo estádio de futebol do Grão-Ducado como inicialmente previsto, devido aos atrasos nas obras do complexo desportivo. A partida está agendada para a partir das 20:45, na capital luxemburguesa, e será dirigida pelo russo Sergei Ivanov.  

Fernando Santos: Um "olhos nos olhos" 

No Luxemburgo desde domingo à tarde a seleção das 'quinas', fez um treino e o único no estádio Josy Barthel. O selecionador português de futebol, Fernando Santos, elogiou a evolução da equipa do Luxemburgo e considerou que o próximo adversário no grupo A de qualificação para o Mundial2022 "não tem nada a ver com o Azerbaijão".

"O Luxemburgo vai jogar olhos nos olhos connosco. Vai tentar defender bem, mas depois sair com qualidade para o ataque. Nós é que vamos ter de fazer com eles sejam um Azerbaijão, não os deixando sair de lá de trás", afirmou, em conferência de imprensa pouco antes do treino na capital luxemburguesa. Fernando Santos lembrou o surpreendente triunfo do Grão-Ducado sobre a República da Irlanda, por 1-0, no sábado passado. "É uma equipa com muita capacidade, muito bem em termos de organização. Não é uma equipa defensiva. É uma das equipas que mais evoluiu nos últimos anos. Este resultado [na Irlanda] provou-o. Sabemos as dificuldades que este jogo encerra, mas estamos preparados para ganhar", disse.


Fernando Santos
Fernando Santos. "Ronaldo é exemplo nacional e vai manter a braçadeira"
O selecionador português de futebol mostrou-se hoje solidário com a reação de Cristiano Ronaldo no final do jogo na Sérvia e assegurou que o avançado "vai manter a braçadeira" diante do Luxemburgo, na qualificação para o Mundial2022.

A partida no Luxemburgo será a terceira que Portugal vai realizar em sete dias. Sobre os convocados para o encontro desta noite, sabe-se apenas que João Moutinho deverá ser titular. Uma das certezas é que Bruno Fernandes não faz parte dos convocados e já seguiu inclusive para Manchester, devido a lesão no encontro com a Sérvia. 

"Melhor seleção portuguesa de sempre"

Na antevisão do jogo, o selecionador luxemburguês, Luc Holtz, não poupou nos elogios às 'quinas', mas descartou no entanto qualquer pressão sobre a equipa.  "Não nos sentimos pressionados. Há jogos em que conseguimos fazer aquilo a que nos propomos, noutros nem tanto. Temos imenso respeito pelo jogo que temos pela frente, conheço muito bem a seleção de Portugal. Acredito que esta é a melhor equipa de sempre da história da seleção portuguesa. Tem muita qualidade, é muito forte na circulação da bola, com jogadores muito perigosos no ataque, como Ronaldo. Poderia falar em quase todos os jogadores", disse citado pelo jornal O Jogo. 

Sobre o capitão luso, Ronaldo, Holtz salientou a técnica e a forma física. "Além da qualidade individual, tem cada vez mais experiência. É terrivelmente perigoso nos últimos 10/20 metros. Na idade dele, é sobre-humano continuar fisicamente a este nível e com a qualidade que ele apresenta. É notável."

Holtz disse ainda que os 'leões vermelhos' vão tentar "fazer o melhor para tentar neutralizar" Portugal. A seleção luxemburguesa, conta com 24 convocados, com destaque para os lusófonos Gerson Rodrigues (do Dínamo Kiev), Mica Pinto (Sparta Roterdão), Christopher Martins (Young Boys), Leandro Barreiro (Mainz) e Marvin Martins (Casa Pia). A lista do 11 inicial será divulgada só esta terça-feira.

(Com agência Lusa)

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas