Escolha as suas informações

Futebol / Liga dos Campeões: Benfica com missão complicada frente ao Bayern para chegar às meias-finais
Desporto 2 min. 13.04.2016

Futebol / Liga dos Campeões: Benfica com missão complicada frente ao Bayern para chegar às meias-finais

Encarnados terão de superar o Bayern p

Futebol / Liga dos Campeões: Benfica com missão complicada frente ao Bayern para chegar às meias-finais

Encarnados terão de superar o Bayern p
Foto: LUSA
Desporto 2 min. 13.04.2016

Futebol / Liga dos Campeões: Benfica com missão complicada frente ao Bayern para chegar às meias-finais

O Benfica tem esta quarta-feira uma grande oportunidade para chegar pela primeira vez às meias-finais da Liga dos Campeões em futebol, mas precisa para isso de conseguir na Luz um inédito triunfo sobre o todo-poderoso Bayern Munique.

O Benfica tem esta quarta-feira uma grande oportunidade para chegar pela primeira vez às meias-finais da Liga dos Campeões em futebol, mas precisa para isso de conseguir na Luz um inédito triunfo sobre o todo-poderoso Bayern Munique.

Depois de sair ’vivo’ do Allianz Arena, ao perder por 1-0, por culpa de um golo do chileno Arturo Vidal, logo aos dois minutos, o conjunto de Rui Vitória tem, ainda assim, pela frente uma missão bastante complicada.

Na presente temporada, os bávaros apenas perderam três de 43 jogos – 0-2 no reduto do Arsenal, para a ’Champions’, 1-3 em Mönchengladbach e 1-2 com o Mainz – e só ficaram em ’branco’ em quatro ocasiões, sendo que, facturando em Lisboa, obrigam o Benfica a marcar três golos.

Para complicar, a formação da Luz terá de superar os quase tetracampeões alemães sem o seu maior goleador, o brasileiro Jonas, líder da ’Bota de Ouro’, a par de Cristiano Ronaldo (Real Madrid) e Gonzalo Higuaín (Nápoles), com 30 golos, por culpa do cartão amarelo visto em Munique.

Como costuma afirmar Rui Vitória, a ausência de um é a oportunidade de outro e, desta vez, o contemplado deverá ser o mexicano Raúl Jiménez, o ’herói’ do último jogo do Benfica, ao entrar aos 80 minutos e marcar aos 85 o golo da vitória sobre a Académica, que segurou a liderança da I Liga.

Os encarnados podem ’sonhar’, sobretudo porque em Munique evitaram as goleadas das anteriores três visitas (uma por 5-1 e duas por 4-1) ou as sofridas por Sporting (1-7 em 2008/09) e FC Porto (1-6 na época passada).

A eliminatória está em aberto, mas o Benfica sabe que terá de conseguir várias situações inéditas, como a primeira vitória sobre o Bayern e nos quartos-de-final da ’Champions’, ao oitavo jogo em ambas as frentes.

Caso siga em frente, o clube da Luz será também o primeiro português a ultrapassar, a duas mãos, os bávaros, que perderam pela primeira vez com equipas lusas, há um ano, no Dragão, por 1-3.

O Bayern Munique é favorito, mas pode cair, cenário, aliás, com que se deparam as outras três equipas que partiram como principais candidatas às ’meias’, incluindo o campeão em título FC Barcelona, em quebra na pior altura da época.

O árbitro holandês Bjorn Kuipers dirige o Benfica-Bayern Munique. Kuipers, de 43 anos, internacional desde 2006, estará pela quarta vez num jogo das ’águias’.

A primeira vez o árbitro encontrou os encarnados foi na Taça UEFA de 2008/09, numa primeira mão em que a equipa do Benfica perdeu em Nápoles por 3-2, mas venceria na Luz por 2-0, então sob o comando do espanhol Quique Flores. Depois, esteve em mais dois jogos com ingleses: o primeiro em 2009/10, quando o Benfica perdeu na Liga Europa numa visita a Liverpool (4-1), e em 2012/13, na final da mesma prova, com o Benfica a perder em Amesterdão frente ao Chelsea (2-1).

Para a segunda mão, o técnico dos encarnados não poderá contar com o internacional brasileiro Jonas, o melhor marcador da equipa, a cumprir castigo, enquanto o extremo internacional argentino Gaitán está em dúvida, devido a problemas físicos.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas