Escolha as suas informações

FIFA: Blatter anuncia demissão
Desporto 02.06.2015

FIFA: Blatter anuncia demissão

Depois de ter sido reeleito no último congresso, Blatter apresentou a sua demissão

FIFA: Blatter anuncia demissão

Depois de ter sido reeleito no último congresso, Blatter apresentou a sua demissão
Foto: AFP
Desporto 02.06.2015

FIFA: Blatter anuncia demissão

O suíço Joseph Blatter demitiu-se hoje da presidência da FIFA, na sequência do escândalo de corrupção que abala o organismo máximo do futebol, e anunciou a marcação de um congresso extraordinário para eleição de um sucessor.

O suíço Joseph Blatter demitiu-se hoje da presidência da FIFA, na sequência do escândalo de corrupção que abala o organismo máximo do futebol, e anunciou a marcação de um congresso extraordinário para eleição de um sucessor.

Blatter anunciou a sua saída quatro dias após a sua reeleição para um quinto mandado na presidência da FIFA, que aconteceu já depois da detenção sete dirigentes do organismo, na quarta-feira. Blatter, de 79 anos, ocupava o cargo desde 1998 e já disse que não se recandidata.

O congresso eleitoral extraordinário da FIFA será marcado entre o período de Dezembro deste ano e Março de 2016, de forma a encontrar o sucessor do presidente Joseph Blatter, que apresentou hoje a demissão.

“O próximo congresso da FIFA está previsto para maio de 2016, na Cidade do México. Como o presidente [Blatter] afirmou, esta seria uma demora desnecessária. A fim de facilitar uma ação mais imediata, o presidente pedirá ao Comité Executivo para organizar um Congresso Extraordinário para eleger o novo presidente”, explicou Domenico Scala, presidente da Comissão de Auditoria da FIFA.


Notícias relacionadas

FIFA: Blatter na mira de investigação por parte do FBI
As autoridades norte-americanas investigam indícios de que o presidente da FIFA, Joseph Blatter, actualmente suspenso, sabia de subornos de cerca de 100 milhões de dólares (92 milhões de euros) pagos a antigos membros do organismo, noticiou a BBC.
Blatter, suspenso em Outubro por 90 dias pelo comité de ética da FIFA, deve deixar o cargo em Fevereiro próximo