Escolha as suas informações

Fórmula 1: Hamilton impõe-se na Hungria
Desporto 2 min. 29.07.2018 Do nosso arquivo online

Fórmula 1: Hamilton impõe-se na Hungria

Fórmula 1: Hamilton impõe-se na Hungria

Foto: AFP
Desporto 2 min. 29.07.2018 Do nosso arquivo online

Fórmula 1: Hamilton impõe-se na Hungria

Britânico aumentou a vantagem no Mundial com a ajuda de Valtteri Bottas, seu companheiro de equipa. Vettel e Raikkonen fecharam o pódio na prova húngara.

Lewis Hamilton (Mercedes) venceu o Grande Prémio da Hungria em Fórmula 1, 12ª prova do calendário do Mundial, cabendo a Sebastian Vettel e a Kimi Raikkonen, ambos da Ferrari, completarem o pódio. 

Na classificação do Mundial, Hamilton comanda com 213 pontos, à frente de Vettel (189) e de Kimi Raikkonen (146). 

Nos Construtores, a Mercedes lidera (345 pontos), seguindo-se Ferrari (335) e Red Bull (223).

Quanto ao Grande Prémio, Hamilton, que garantira a 77ª pole positon da carreira, arrancou sem problemas e manteve a liderança com vantagem tranquila até visitar a box para trocar de pneus à 26ª volta, altura em que o alemão Sebastian Vettel, que na altura já seguia em segundo lugar após uma primeira passagem de Valtteri Bottas pela box logo na 15ª volta, assumiu o comando.

Durante algum tempo, Hamilton beneficiou dos novos pneus e estabeleceu mesmo a volta mais rápida com a marca de 1m21s968, mas a vantagem de Vettel na frente ultrapassava os 14 segundos à 32ª do total de 70 voltas. Raikkonen pressionava Bottas à procura de lhe arrebatar o terceiro posto e, à 40ª volta, Vettel foi mesmo trocar de pneus, deixando a liderança de novo a Hamilton.

Foi a vez de Vettel melhorar o tempo de volta mais rápida com a marca de 1m21s381, mas seguia na terceira posição, atrás de Bottas, que constituía uma espécie de escudo protetor para Hamilton. O britânico dispunha de nove segundos de avanço sobre o companheiro de equipa e de 13 em relação ao germânico a duas dezenas de voltas do final.  

Stoffel Vandoorne abandonou e o safety car virtual entrou em ação, sendo proibidas as ultrapassagens entre as voltas 51 e 52. Sempre com Bottas a opor resistência, a menos de dez voltas do fim o britânico seguia com 17 segundos de avanço sobre o Ferrari de Vettel. Na volta 65, este conseguiu ultrapassar Bottas, mas o seu carro foi tocado pelo do finlandês que acabou por também ser superado pelo Ferrari de Kimi Raikkonen e ainda cairia para o quinto posto, ultrapassado por Daniel Ricciardo (Red Bull), cuja partida fora feira do 12º posto na grelha.

Nas últimas três voltas, Sebastian Vettel realizou esforço desesperado para se aproximar de Hamilton, mas o piloto da Mercedes já controlava a corrida com 20 segundos de vantagem. 

A próxima prova irá realizar-se apenas depois das férias de verão, a 26 de agosto, no circuito belga de Spa-Francorchamps. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Hamilton ganha no Japão
Britânico dominou a prova por inteiro, terminando à frente de Bottas e de Verstappen. Vettel, que partiu da nona posição, conseguiu recuperar, mas vários erros e penalizações não lhe permitiram ir além do sexto lugar final.
Fórmula 1: Hamilton ganha na Alemanha e volta a liderar o Mundial
Dobradinha da Mercedes com Bottas em segundo, mas vitória do britânico esteve sob investigação por causa de uma manobra e a FIA repreendeu o piloto. Raikkonen (Ferrari) foi terceiro num Grande Prémio marcado pela desistência de Vettel que se despistou na volta 52, numa altura em que começou a chover, quando liderava a prova.
Vettel começa época a vencer
Alemão da Ferrari impôs-se na primeira etapa do Mundial de Fórmula 1 que decorreu na Austrália. Hamilton (Mercedes) e Raikkonen, também da Ferrari, completaram o pódio.