Escolha as suas informações

Euro2016: Portugal precisa de ser "corajoso" frente à Croácia
O seleccionador de Portugal, Fernando Santos.

Euro2016: Portugal precisa de ser "corajoso" frente à Croácia

Foto: AFP
O seleccionador de Portugal, Fernando Santos.
Desporto 3 min. 25.06.2016

Euro2016: Portugal precisa de ser "corajoso" frente à Croácia

Fernando Santos afirmou que a selecção portuguesa de futebol vai precisar de ser corajosa na partida com a Croácia, dos oitavos de final do Euro2016, e considerou que Portugal vai defrontar um adversário de "elevadíssima qualidade".

Fernando Santos afirmou que a selecção portuguesa de futebol vai precisar de ser corajosa na partida com a Croácia, dos oitavos de final do Euro2016, e considerou que Portugal vai defrontar um adversário de "elevadíssima qualidade".

O seleccionador nacional, que falava na antevisão do encontro de sábado, no Estádio Bollaert-Delelis, em Lens, foi confrontado com as palavras do director desportivo do Dínamo Zagreb, que considerou que os jogadores de Portugal e da Croácia têm qualidade idêntica e que "a única coisa que os distingue é que os croatas têm ‘tomates’".

"Eu acho que nós também precisamos de ter uns assim desse tamanho. Teremos menos bola do que tivemos em relação aos outros jogos, porque eram equipas que prescindiram de ter bola. O normal é que as duas equipas se equivalham nesta matéria. Eu também acho isso. A gente também precisa de ter uns assim desse tamanho amanhã [sábado]", afirmou.

Numa conferência de imprensa que começou quase duas horas de atraso depois do previsto, devido ao trânsito rodoviário que condicionou a viagem da equipa portuguesa para Lens, Fernando Santos fez questão de elogiar várias vezes o conjunto croata.

"Vão defrontar-se duas selecções muito fortes e que partiram para este Europeu com os mesmos objectivos. Mesmo não sendo um dos favoritos, a selecção da Croácia parte sempre com a ambição de vencer esta prova e de forma legítima. É uma selecção de elevadíssima qualidade e muito bem orientada", analisou.

De resto, o técnico considera que o adversário "é uma das melhores equipas da Europa" e que tem razões para se sentir favorito no confronto com Portugal, devido ao percurso que as duas equipas tiveram na fase de grupos.

"Se olharmos para o que foi a fase de grupos, sim, é favorita. A Croácia fez sete pontos e Portugal fez três. A Croácia fez boas exibições. É normal que se sinta favorita, mas Portugal irá responder à sua forma e procura contrariar esse favoritismo. Nós queremos é ganhar", referiu, considerando que nenhum dos conjuntos terá "tarefa fácil".

Fernando Santos recusou que este seja um encontro mais favorável à selecção nacional, pelo facto de a Croácia ser uma equipa que gosta de assumir o jogo, ao contrário de Islândia, Áustria e Hungria, lembrando que este será "um jogo a eliminar, com características diferentes" dos anteriores.

"Portugal foi a melhor equipa em qualquer um dos jogos, mas não venceu" 

De resto, o seleccionador nacional desvalorizou os três empates que Portugal averbou no Grupo F, diante daqueles três oponentes, e afirmou mesmo que não se importaria de vencer o Campeonato da Europa só com igualdades.

"Portugal foi a melhor equipa em qualquer um dos jogos, mas não venceu. Se me disserem que eu ganho o Campeonato da Europa só com empates, assino já por baixo. Claro que quero que a minha equipa jogue bem, mas se tivermos de ser só realistas e isso acontecesse, não ficaríamos chateados", revelou.

Por outro lado, o técnico lamentou que os jogadores portugueses não disponham do tempo necessário para repousar, uma vez que jogaram com a Hungria na quarta-feira e, três dias depois, vão jogar com a Croácia.

"Naturalmente que preferíamos ter mais tempo para descansar e jogar noutra data, mas a Croácia também o preferia certamente. Mas não há que arranjar desculpas nem alibis para o que possa acontecer", vincou.

Fernando Santos voltou ainda a elogiar Cristiano Ronaldo, que apontou dois golos e somou uma assistência frente aos húngaros, mas fez questão de ressalvar que o avançado "está inserido numa equipa".

"O Ronaldo fez um jogo fantástico e dois golos soberbos, um dos quais até está a ser votado como o melhor do Europeu. Acho que é um jogador fantástico. Portugal é uma equipa, da qual faz parte o Ronaldo. Os grandes jogadores deixam sempre marca, mas sem equipa não há jogadores. O talento individual pode ganhar jogos, mas são as equipas que ganham campeonatos", disse.

Portugal e Croácia jogam este sábado, a partir das 21h (hora luxemburguesa), no Estádio Bollaert-Delelis, em Lens, numa partida que será dirigida pelo árbitro Carlos Velasco Carbalo.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Mundial2018 : Ronaldo à parte no treino de Portugal
Cristiano Ronaldo treinou esta quarta-feira à parte na seleção portuguesa de futebol, que prepara o embate de sábado com Andorra, de qualificação para o Mundial2018, numa sessão em que Pepe trabalhou sem limitações.
O capitão da seleção apenas realizou trabalho específico esta manhã