Escolha as suas informações

Euro-21. "Estou aqui para apoiar a seleção e principalmente o meu filho", diz mãe de Dany Mota no estádio na Eslovénia
Desporto 4 2 min. 06.06.2021

Euro-21. "Estou aqui para apoiar a seleção e principalmente o meu filho", diz mãe de Dany Mota no estádio na Eslovénia

Euro-21. "Estou aqui para apoiar a seleção e principalmente o meu filho", diz mãe de Dany Mota no estádio na Eslovénia

Desporto 4 2 min. 06.06.2021

Euro-21. "Estou aqui para apoiar a seleção e principalmente o meu filho", diz mãe de Dany Mota no estádio na Eslovénia

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
A família de Dany Mota, o irmão, os pais e amigos do jogador saíram esta madrugada de Pétange fizeram-se à estrada e pelas 15h00 da tarde chegaram à capital da Eslovénia para apoiar o jogador e a seleção ao vivo no estádio. "É inexplicável".

 “Este é um momento inexplicável”, diz ao Contacto Renato Mota a 20 minutos de começar a final do campeonato europeu de sub-21, já no estádio Stozice, na Ljubljana, na capital da Eslovénia, onde o seu irmão Dany Mota e a seleção portuguesa defrontam a equipa alemã. 

Se Portugal ganhar torna-se campeão europeu de sub-21, pela primeira vez na história deste campeonato.

A família de Dany Mota, o irmão, os pais, José Ramiro e Conceição Mota, e vários amigos do luso-luxemburguês saíram esta madrugada de Pétange, no Luxemburgo, fizeram-se à estrada e, pelas 15h00 da tarde, chegaram à capital da Eslovénia para ao vivo e mais perto apoiar o jogador, eles que são os seus maiores fãs. 

Quando chegaram ao hotel, onde vão pernoitar depois do jogo mais importante das suas vidas, onde o filho, irmão e amigo pode trazer a taça para Portugal, o grupo posou para o Contacto com a bandeira de Portugal, que levaram do Luxemburgo até ao estádio na Eslovénia.

Na foto de abertura do artigo, o pai José Ramiro (o primeiro à esq.), Renato Mota (a segurar a camisola do Monza, onde joga o irmão) e a mãe (ao centro de branco) e os amigos reconhecem que este é o jogo mais emocionante das suas vidas. Por isso, mal terminou a partida com a Espanha, na quinta-feira, Renato Mota começou logo a organizar a viagem para a Eslovénia. 

“É uma emoção muito grande”, assumiu a família numa reportagem do canal de televisão 11, num direito, à porta do estádio. Renato, o pai e os amigos estavam todos com camisolas da seleção com o nome de Dany nas costas, ou de antigos clubes onde Dany Mota jogou.


Dany Mota (à direita) com os pais e os irmãos
Euro Sub 21. Família de Dany Mota quer ir apoiar jogador à final no estádio na Eslovénia
Portugueses de Pétange preparam-se para viajar até Ljubljana para dar ao vivo “todo o apoio” à seleção portuguesa no jogo de domingo, onde pode sagrar-se campeã europeia. “Eu e os meus pais queremos estar lá”, diz Renato Mota.

“Viemos para apoiar Portugal e principalmente o meu filho”, assumiu Conceição Mota, mãe de Dany Mota, confessando-se orgulhosa da prestação do filho mais novo neste europeu de sub-21. Para uma mãe, ver o filho em campo “é sempre uma emoção muito grande” e, por vezes, “um pouco com lágrimas nos olhos”. Mas, acrescenta esta portuguesa emigrante no Luxemburgo, “estou muito contente com a excelente prova” que o seu futebolista do coração está a fazer.

“Este era o sonho dele e estou muito contente, mas por vezes o coração fica apertado, eu como mãe sofro muito, mas estou muito orgulhosa”, confessa Conceição.

Já José Ramiro disse a rir à reportagem do canal 11 que “é pior” do que Conceição a ver o filho jogar. “Ninguém me segura”.

"Vai se hoje. Acredito nele"

Para o jogo de hoje está com esperança: “Eu espero que ele faça um jogo como o de Itália [onde Dany Mota bisou no marcador]. Vai ser hoje, acredito nele”.

Orgulhoso, nervoso e emocionado está também Renato Mota. “O meu irmão é uma pessoa muito feliz. Está sempre alegre e motivada. Quando entra em campo dá 100%”.


Euro sub-21. “Dany Mota, marca lá mais golos hoje para ajudares Portugal a chegar à final”, pede irmão
Em Pétange, vão estar "todos a torcer” pelo Dany Mota, ali criado, e pela seleção “fantástica” na meia-final do Europeu com Espanha, desta tarde. “A minha mãe é quem sofre mais”, conta ao Contacto Renato Mota, irmão do luso-luxemburguês.

A família e amigos de Dany Mota estão lá a ver o jogo ao vivo para fazerem ouvir o seu apoio entusiasmado ao luso-luxemburguês e à seleção portuguesa.  À reportagem do 11 Renato Mota e os amigos gritaram em uníssono "Fumier", o grito especial dedicado a Dany Mota. "Ele sabe o que é", disse Renato Mota e ao Contacto explicou que está ligado a uma música que os irmãos ouviam no Luxemburgo.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas