Escolha as suas informações

Djokovic com portas abertas para disputar ATP 500 de Acapulco em fevereiro
Desporto 25.01.2022
Ténis

Djokovic com portas abertas para disputar ATP 500 de Acapulco em fevereiro

Ténis

Djokovic com portas abertas para disputar ATP 500 de Acapulco em fevereiro

AAPIMAGE
Desporto 25.01.2022
Ténis

Djokovic com portas abertas para disputar ATP 500 de Acapulco em fevereiro

Lusa
Lusa
México não impõe restrições aos não vacinados contra a covid-19.

O tenista sérvio Novak Djokovic poderá disputar o ATP 500 de Acapulco, que decorre de 21 a 26 de fevereiro, uma vez que o México não impõe restrições aos não vacinados contra a covid-19.

“O Novak tem a sua agenda. Se quiser vir, a nossa relação é muito boa… Prefiro que seja uma decisão sua, ainda que possa ser complicado, já que uma semana depois terá a Taça Davis”, disse o diretor do torneio, Raúl Zurutuza.

O responsável manifestou o desejo de poder contar com o líder do ranking mundial em Acapulco, onde competiu em 2017, garantindo que será muito bem-vindo.

Djokovic foi afastado do primeiro Grand Slam do ano, o Open da Austrália, por não estar vacinado, mas não terá problemas em competir no México, pois as regras de entrada no país não são restritivas para os não imunizados.

Em 2017, na única vez que disputou o Open do México, Djokovic foi afastado nos quartos de final pelo australiano Nick Kyrgios.

O alemão Alexander Zverev é o detentor do título de 2021, após vencer o grego Stefanos Tsitsipas por 6-4 e 7-6 (3).

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O tenista sérvio Novak Djokovic, líder do 'ranking' mundial, venceu este domingo, pela sexta vez, o Open da Austrália, primeiro ‘Grand Slam’ da temporada, numa final arbitrada pelo português Carlos Ramos.
Novak Djokovic não tem neste momento adversário à altura no ténis mundial
Ténis – Open da Austrália
O tenista o luxemburguês Gilles Muller, actual n° 42 do “ranking” mundial ATP, perdeu esta segunda-feira frente ao sérvio Novak Djokovic nos oitavos-de-final do Open da Austrália em ténis pelos parciais de 6-4, 7-5 e 7-5.
Gilles Muller foi afastado pelo n° 1 do Mundo