Escolha as suas informações

Dia 12 de Julho, em cents: "Vice" do Tondela quer que o jogo contra o H. Benfica seja uma festa
Desporto 17.06.2015

Dia 12 de Julho, em cents: "Vice" do Tondela quer que o jogo contra o H. Benfica seja uma festa

Luís Fonseca quer estádio cheio no Hamm Benfica - Tondela

Dia 12 de Julho, em cents: "Vice" do Tondela quer que o jogo contra o H. Benfica seja uma festa

Luís Fonseca quer estádio cheio no Hamm Benfica - Tondela
Foto: Á. Cruz
Desporto 17.06.2015

Dia 12 de Julho, em cents: "Vice" do Tondela quer que o jogo contra o H. Benfica seja uma festa

Luís Filipe Fonseca, vice-presidente do CD Tondela e secretário-geral da SAD do clube, quer que o jogo de apresentação do RM Hamm Benfica dia 12 de Julho, frente à sua equipa, seja “uma grande festa para a comunidade portuguesa e em especial para todos os tondelenses residentes no Luxemburgo”.

Luís Filipe Fonseca, vice-presidente do CD Tondela e secretário-geral da SAD do clube, quer que o jogo de apresentação do RM Hamm Benfica dia 12 de Julho, frente à sua equipa, seja “uma grande festa para a comunidade portuguesa e em especial para todos os tondelenses residentes no Luxemburgo”.

O dirigente do campeão da segunda liga portuguesa e novo primodivisionário da elite do futebol português está no Luxemburgo para se encontrar com os seus homólogos ’encarnados’ e “definir os últimos pormenores do jogo”, que para Luís Fonseca vai ser “a nossa primeira estreia internacional”.

“Espero que venha muita gente ao estádio para assistir ao jogo. Como a comunidade portuguesa aqui é bastante numerosa, acredito que vai estar muita gente num jogo que tem tudo para ser uma festa”, sublinha o dirigente tondelense.

“De um lado vai estar o RM Hamm Benfica, a equipa mais próxima dos portugueses aqui residentes, e do outro o Tondela que vai fazer a sua estreia na primeira liga portuguesa. Ambos estão no mais alto patamar competitivo dos respectivos países. Por isso, estão reunidas as condições para ser uma grende festa do futebol”, lembra.

Sobre os objectivos do CD Tondela na liga portuguesa, Luís Fonseca diz que “a permanência no primeiro escalão do futebol português é a grande prioridade. A primeira época é fundamental para a consolidação da nossa posição, porque a primeira liga tem condicionantes muito específicas”.

“O clube há dez anos estava nos distritais, mas tem tido um crescimento sustentado. Somos um clube emergente no futebol em Portugal, mas com uma grande organização. Esta subida não é fruto do acaso, mas de um trabalho de dez anos, liderado pelo presidente Gilberto Coimbra”, lembra.

“Queremos continuar a marcar a nossa posição dentro do futebol nacional e depois ir à procura de mais qualquer coisa.

  Á. Cruz


Notícias relacionadas

Filipe Vila Verde deixa o Lorentzweiler
Filipe Vila Verde deixou esta quarta-feira o comando técnico da equipa do Lorentzweiler, atual 3° classificado da primeira divisão, Série 1. A decisão foi tomada pelos dirigentes do clube após o empate a duas bolas, domingo, alcançado no terreno do Norden.
O treinador português deixou o comando do Lorentzweiler, depois de passagens pelo Steinsel, Mondercange e Hamm Benfica.
Entrevista: “Os imigrantes foram muito importantes no desenvolvimento do futebol no Luxemburgo”
Jean Ketter foi recentemente distinguido pela Fundação Robert Krieps com o prémio para a melhor tese de mestrado escrita no Grão-Ducado. O jovem luxemburguês, docente no Liceu Técnico de Ettelbruck, recebeu um prémio pecuniário de 2.500 euros pelo trabalho de investigação “Influência do futebol de rua e de clubes sobre a inclusão e a identificação dos imigrantes”, obra que deverá ser editada em setembro.
Jean Ketter iniciou-se no futebol aos sete anos. Jogou até aos 13 edepois começou apraticar basquetebol. Hoje, odocente do Liceu Técnic odeEttelbruck é jogador da equipa principal do Laroche tte, mas continu a ajogar futebol com os amigos