Escolha as suas informações

Cristiano Ronaldo eleito pela 13.ª vez na equipa do ano da UEFA para os adeptos
O jogador, depois de nove épocas no Real Madrid, tem o recorde de presenças neste onze da UEFA (13) e foi nesta edição o segundo mais votado.

Cristiano Ronaldo eleito pela 13.ª vez na equipa do ano da UEFA para os adeptos

Foto: AFP
O jogador, depois de nove épocas no Real Madrid, tem o recorde de presenças neste onze da UEFA (13) e foi nesta edição o segundo mais votado.
Desporto 11.01.2019

Cristiano Ronaldo eleito pela 13.ª vez na equipa do ano da UEFA para os adeptos

O internacional português Cristiano Ronaldo integra pela 13.ª vez o ‘11’ do ano da UEFA, numa votação que distingue os melhores de 2018 para os adeptos e que foi hoje anunciada pelo organismo do futebol europeu.

O jogador, que assinou esta época pela Juventus, depois de nove épocas no Real Madrid, no qual conquistou quatro Ligas dos Campeões nos ‘merengues’, tem o recorde de presenças neste onze da UEFA (13) e foi nesta edição o segundo mais votado.

Cristiano Ronaldo recebeu 108.423 votos (64,3%), atrás do croata Luka Modric (68,5%), seu antigo companheiro no Real Madrid, que venceu também pela primeira vez a Bola de Ouro, da France Football, e o prémio The Best, da FIFA.

O terceiro jogador mais votado pelos utilizadores registados na página da UEFA para a equipa do ano, foi o argentino Lionel Messi (63,7%), que desde 2008 tem dividido com Cristiano Ronaldo todos os prémios mais importantes.

Na equipa, numa votação com cerca de 170.000 utilizadores e 1,8 milhões de votos, a baliza foi ‘entregue’ a Marc-André Ter Stegen (30,4%), a defesa a Sergio Ramos (49,7%), Van Dijk (46,2%), Varane (44,9%) e Marcelo (61,1%).

No meio-campo os mais escolhidos foram Luka Modric (68,5%), N’Golo Kanté (53%) e Eden Hazard (38,6%), e o ataque ficou para Kylian Mbappé (38,6%), Lionel Messi e Cristiano Ronaldo.

O Real Madrid, que conquistou a terceira Liga dos Campeões consecutiva, é a equipa mais representada em jogadores, com Sergio Ramos, Varane, Marcelo e Luka Modric, além de Cristiano Ronaldo, que cumpriu metade da época nos ‘merengues’.


Notícias relacionadas