Escolha as suas informações

Conheça os heróis da seleção (parte 4)
Desporto 5 min. 16.06.2021
Euro2020/Portugal

Conheça os heróis da seleção (parte 4)

Euro2020/Portugal

Conheça os heróis da seleção (parte 4)

Foto: AFP
Desporto 5 min. 16.06.2021
Euro2020/Portugal

Conheça os heróis da seleção (parte 4)

Luís Pedro Cabral
Luís Pedro Cabral
Damos a conhecer mais cinco jogadores da seleção escolhida por Fernando Santos para o Euro2020.

 João Palhinha

João Maria Lobo Alves Palhinha Gonçalves nasceu no coração de Lisboa, a 9 de Julho de 1995, passou a infância na Alameda D. Afonso Henriques, razão pela qual lhe chamavam "queque" no seu primeiro clube: a União Desportiva Alta de Lisboa, onde parmaneceu apenas um ano e onde o futebol lhe deu o primeiro desgosto: foi dispensado. A sua vida mudou a partir daí. E a do seu pai e homónimo também, pois dia sim, dia não, tinham de ir a Sacavém para o filho treinar no Sport Grupo Sacavenense, que se tornou o seu clube talismã, onde ainda guarda muitos amigos. Em 2012, o Sporting chamou-o. Ele, claro, não hesitou. Foi o Sporting que hesitou muito na sua carreira, emprestando-o sucessivamente, primeiro ao Moreirense, depois a Os Belenenses, finalmente ao SC de Braga, onde tirou as dúvidas a toda a gente. No regresso ao Sporting foi campeão (19 anos depois).

Rúben Neves


Rúben Diogo da Silva Neves nasceu na freguesia de Mozelos, Santa Maria da Feira, distrito de Aveiro, no dia 13 de Março de 1997. Os seus pais tinham uma loja de artigos de desporto na sua terra-natal, mas também faziam negócio na venda ambulante, percorrendo o norte do país em feiras. Desde que se lembra, Rúben Neves é adepto ferrenho do FC Porto. Dado o negócio da família, equipamento a rigor nunca lhe faltou, assim como uma bola, que andava sempre com ele. Jogou primeiro no FC Mozelos, depois no Lusitânia de Lourosa, antes de chegar às camadas jovens do Porto, com apenas 8 anos. Não foi um período fácil, pois nessa altura o pai esteve a trabalhar em Espanha. O trajecto de Rúben Neves descreve-se facilmente: FC Porto, onde cumpriu todas as etapas até chegar à equipa principal, com um breve intervalo de empréstimo ao Padroense FC. Joga no Wolverhampton.

Sérgio Oliveira


Paços de Brandão, onde nasceu Sérgio Miguel Relvas Oliveira, no dia 2 de Junho de 1992, fica no concelho de Santa Maria da Feira. Foi aqui que Sérgio cumpriu uma longa tradição familiar, de jogar no Clube Desportivo Paços de Brandão. O mais novo de dois filhos de uma família de classe média, fez sempre a sua vida na cidade do Porto. Por essa lógica, entrou para os escalões de formação do FC Porto. Não que o SCP não tivesse tentado convencer os seus pais a enviá-lo para Lisboa. A distância não ajudava. É hoje um dos símbolos mais enérgicos da mística do dragão, mais ainda depois da "Vecchia Signora" de Cristiano Ronaldo e companhia ter caído a seus pés na Liga dos Campeões. O "samurai", como lhe chamam, tem muitos convites na manga. Sairá?

Gonçalo Guedes

LUSA

Em terras de toiros, nasceu um prodígio do futebol. Em Benavente, distrito de Santarém, ninguém tem disso a mínima dúvida. Gonçalo Manuel Ganchinho Guedes ali nasceu no dia 29 de Novembro de 1996. Rogério Guedes, o seu pai, garante que ele deu o seu primeiro passo atrás de uma bola. Não admira que aos 6 anos já estivesse a acompanhar o irmão mais velho (guarda-redes) na academia de futebol do Ribatejo. Onde o miúdo não esteve muito tempo, pois um olheiro do Benfica reconheceu nele talento de estrela. Assim foi. Gonçalo Guedes cumpriu todos os degraus de formação, até se tornar um dos mais jovens a jogar na equipa principal do Benfica, com 17 anos. Em 2017, o PSG contratou-o. Mais tarde viria a ser emprestado ao Valência, que acabaria por adquirir em definitivo o seu passe. No reino das "paellas", Gonçalo é um príncipe.

Nuno Mendes

AFP

Era uma casa pobre, num bairro pobre, de gente de todos os meridianos. Nuno Alexandre Tavares Mendes, cuja iminente transferência promete ser uma das mais elevadas de sempre no futebol português, nasceu em Casal de Cambra, concelho de Sintra, distrito de Lisboa. Despertou para o futebol no sítio certo: no FC Despertar. O miúdo era um fenómeno. Com apenas 9 anos, já era cobiçado pelo Benfica, pelo Sporting e pelo Porto. Tudo se resolveu depois de um grande susto. Certo dia, quando Nuno regressava a casa depois da escola, apercebeu-se que estava a ser seguido. Um homem estava no seu encalce. Ele aplicou uma das suas armas: a velocidade. Desatou a correr e chegou a casa esbaforido, julgando que tinha despistado o seu "stalker", que tocou à campainha pouco depois. Era um olheiro do Sporting, que queria falar com os pais. No dia seguinte, estava em Alcochete. No Sporting ele encontrou casa e amparo depois da morte do pai. No Sporting ele se tornou campeão. É um debutante na selecção. Mas parece lá estar há décadas.

Pedro Gonçalves


Se algum dia jogar na Prémier League já sabe que vai ter problemas com a sua alcunha. Pedro António Pereira Gonçalves, nascido a 28 de Junho de 1998 em Vidago, concelho de Chaves, distrito de Vila Real, é mais conhecido por "Pote". Um menino humilde de uma família humilde, cuja infância seria marcada pela tragédia. Com um ano de idade, morreu o seu pai. A mãe reconstruiu a sua vida mais tarde, com o padrasto de Pedro (bombeiro em Vidago), que ele tem como um pai. Nesses tempos de grande dificuldade, a mãe trabalhava como roupeira no Vidago Futebol Clube. O miúdo conhecia os cantos ao clube e o clube deixo-a treinar, ainda infantil. 


Conheça os heróis da seleção (parte 3)
Sabia que há um jogador que tem a alcunha de Capitão Iglo? Que os pais de Dalot queriam que seguisse música? E que José Fonte queria ser astronauta?

Como era baixo e gordito, ninguém lhe augurava grande futuro no futebol. E eis que começam a chover golos dos pés do Potinho, que rapidamente passou a "Pote". Com 11 anos, foi viver sozinho para Braga, para a formação dos minhotos, onde esteve até 2015, quando se colocou a sua primeira aventura no estrangeiro, para jogar nos júniores do Valencia (Espanha), depois no Wolverhampton, onde chegou júnior e saiu sénior, para ser emprestado ao Famalicão. O salto para o Sporting demorou um ano. O mesmo que demorou a chegar à selecção. É ainda dele o recorde de golos numa só época no distrito de Vila Real: 72.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

“Sou de Viseu e, para onde for, levo sempre Viseu no coração”, disse ontem o avançado português, de 19 anos. A visita à sua cidade natal, onde uma multidão de gente o quis saudar, aconteceu no mesmo dia em que o Benfica recebeu a oferta do clube espanhol.
Premier League International Cup
O FC Porto, detentor do troféu, vai defrontar o Liverpool nos quartos de final da Premier League International Cup em futebol, prova destinada a equipas B, ditou o sorteio hoje realizado.
O FC Porto é o detentor do troféu da Premier League International Cup em futebol.
O Benfica sagrou-se hoje, pela primeira vez na sua história, tetracampeão português de futebol, ao vencer em casa o Vitória de Guimarães, por 5-0, em jogo da 33.ª e penúltima jornada da I Liga.
Benfica's supporters celebrating during their Portuguese First League soccer match against Vitoria de Guimaraes played at Luz stadium in Lisbon, Portugal, 13th May 2017. TIAGO PETINGA/LUSA