Escolha as suas informações

Com 17 anos apenas: Luso-descendente Dany Mota já brilha em Itália
Desporto 2 min. 23.09.2015

Com 17 anos apenas: Luso-descendente Dany Mota já brilha em Itália

Dany já despertou o interesse de algumas das principais equipas italianas

Com 17 anos apenas: Luso-descendente Dany Mota já brilha em Itália

Dany já despertou o interesse de algumas das principais equipas italianas
Foto: Virtus Entella Chiavari
Desporto 2 min. 23.09.2015

Com 17 anos apenas: Luso-descendente Dany Mota já brilha em Itália

O futebolista luso-descendente Dany Mota, de 17 anos, tem brilhado na sua curta estadia em Itália, ao ponto de já ser cobiçado por alguns dos principais clubes italianos.

O futebolista luso-descendente Dany Mota, de 17 anos, tem brilhado na sua curta estadia em Itália, ao ponto de já ser cobiçado por alguns dos principais clubes italianos.

Por Álvaro Cruz

Descoberto por Celso Duarte, “scout” da Proeleven – empresa especializada na gestão de carreiras de jogadores de futebol sediada em Lisboa –, Dany partiu no início de Agosto com destino à formação transalpina da Cremonese, mas acabou por se transferir para o Virtus Entella Chiavari, equipa da segunda Liga italiana.

Depois de alguns jogos particulares pelos juniores em torneios, Dany despertou o interesse de algumas das principais equipas italianas, sobretudo quando derrotou o Inter de Milão, jogo no qual marcou um excelente golo e foi ainda autor de uma assistência.

O jovem natural de Pétange disse ao CONTACTO que está a “viver um momento muito especial” e nem mesmo a dura realidade do futebol italiano o assusta.

Dany diz que sempre teve o sonho de “ser profissional” e considera esta “uma oportunidade única” para concretizar o seu desejo.

“É natural que a diferença em relação ao Luxemburgo seja muito grande”, reconhece.

“Apesar de aos 16 anos ter sido titular na equipa sénior do Pétange, aqui o ritmo e as exigências são outras”, garante. Quanto à adaptação aos treinos diários e cargas elevadas, Dany diz que se sente “preparado” para responder da melhor forma. “Sinto que estou a crescer como jogador, mas também consciente de que tenho muito para aprender”, diz com humildade.

A licença para a transferência internacional deverá estar pronta no início de Outubro para que Dany possa fazer o seu primeiro jogo no campeonato da primeira divisão de juniores (designado de “Primavera” em Itália) frente à Juventus.

O facto de defrontar as grandes equipas italianas é para Dany “uma motivação extra”, reforçando que pretende “aproveitar ao máximo cada jogo” para mostrar o seu “valor”.

“A chamada aos treinos das selecções jovens de Portugal” é outro dos grandes objectivos de Dany. Para o jogador nascido no Luxemburgo, “representar a selecção portuguesa pode tornar-se mais fácil se eu jogar bem e num futuro próximo conseguir integrar o plantel da equipa principal do Virtus Entella Chiavari”.

“Mas, até lá, vou trabalhar com grande aplicação, determinação e humildade para merecer a confiança dos dirigentes e treinadores e chegar onde quero”, rematou.


Notícias relacionadas

Stélvio Cruz: “Já olham para nós com mais respeito”
Antes do jogo desta tarde, relativo à segunda mão da Liga Europa frente ao Cluj, na Roménia, decisivo para a entrada na fase de grupos da competição, o médio do F91 Dudelange falou ao Contacto da importância do encontro e da vontade que todos no clube têm de fazer história no futebol luxemburguês. Aborda ainda as fases da sua carreira carreira e defende que o Luxemburgo é um país que dispõe de condições para ter um campeonato profissional.
O jogador do F91 Dudelange confia na passagem à fase de grupos da sua equipa.
Dany Mota é cobiçado pela seleção luxemburguesa
Dany Mota tem 19 anos e nasceu no Grão-Ducado. O futebolista português joga há dois anos em Itália e tem sido cobiçado por vários clubes. O jovem jogador já foi abordado para representar a seleção luxemburguesa, mas o seu coração balança entre Portugal e o Luxemburgo.
Dany Mota