City arrasa Real Madrid, Mourinho perde com FC Barcelona e Guedes marca pelo PSG

O jogadores do Manchester City celebram um dos golos frente ao Real Madrid
O jogadores do Manchester City celebram um dos golos frente ao Real Madrid
Foto: AFP

O Manchester City conseguiu uma vitória gorda sobre o Real Madrid, por 4-1, enquanto o Manchester United, comandado por José Mourinho, perdeu frente ao FC Barcelona, por 1-0, em jogos particulares disputados na quarta-feira, nos Estados Unidos.

Ainda sem o avançado português Cristiano Ronaldo, ausente nesta International Champions Cup, que reúne os melhores clubes da Europa, os 'merengues' proporcionaram uma primeira parte equilibrada, em Los Angeles, mas deixaram-se desmoronar no segundo tempo no espaço de um quarto de hora, consentindo golos a Otamendi (52), Raheem Sterling (59) e John Stones (67).

Os 'citizens' ainda ampliaram a diferença, por Brahim Diaz (82), avançado espanhol de 17 anos da formação do clube inglês, ao passo que os bicampeões europeus limitaram-se a salvar a honra sobre o minuto 90, com um golo de Óscar Rodríguez, quando o ex-benfiquista Ederson já tinha sido substituído na baliza do City.

Ainda no âmbito deste torneio, o Real Madrid tem o seu primeiro 'clássico' no sábado, em Miami, frente ao FC Barcelona, que bateu o Manchester United em Landover, perto de Washington, com um golo solitário do brasileiro Neymar, num jogo em que o lateral direito português Nelson Semedo alinhou a primeira parte pelos catalães.

No final, Mourinho disse que o Manchester United, que bateu o Real Madrid nos 'penáltis' neste torneio (após empate 1-1) não está ao nível dos dois 'colossos' espanhóis. "Penso que neste momento, os melhores jogadores estão nesses dois clubes. Devemos aceitar essa realidade", afirmou.

Nelson Semedo em ação na sua nova equipa, Barcelona, que venceu o Manchester United de José Mourinho
Nelson Semedo em ação na sua nova equipa, Barcelona, que venceu o Manchester United de José Mourinho
Foto: AFP

"Há apenas um Messi e um Neymar. (...) Suarez, Iniesta, Piqué, Ronaldo, Bale, Modric, Toni Kroos, são únicos. Podemos trabalhar muito taticamente para tentar melhorar a equipa, mas há jogadores que são especiais", acrescentou Mourinho, sublinhando que no plantel dos 'red devils' apenas o médio francês Paul Pogba "mostrou que tem esse nível".

Em Miami, os italianos da Juventus derrotaram o Paris Saint-Germain, por 3-2. O argentino Higuain deu vantagem à equipa de Turim antes do intervalo (45), e Marchisio marcou por duas vezes (62 e 89), fazendo o golo da vitória de grande penalidade, enquanto o português Gonçalo Guedes (53), que entrou na segunda parte, e o argentino Pastore (80) fizeram os tentos do conjunto francês.