Escolha as suas informações

Luís Filipe Vieira em prisão domiciliária. Caução de três milhões de euros
Desporto 10.07.2021
"Cartão Vermelho"

Luís Filipe Vieira em prisão domiciliária. Caução de três milhões de euros

"Cartão Vermelho"

Luís Filipe Vieira em prisão domiciliária. Caução de três milhões de euros

Foto: Lusa
Desporto 10.07.2021
"Cartão Vermelho"

Luís Filipe Vieira em prisão domiciliária. Caução de três milhões de euros

Luís Filipe Vieira vai ficar em prisão domiciliária até pagar uma caução de três milhões de euros, decidiu este sábado o juiz Carlos Alexandre.

É a segunda maior caução da história da justiça portuguesa, depois dos cinco milhões de euros aplicados a Joe Berardo há duas semanas.  Três milhões de euros é o valor aplicado pelo juiz Carlos Alexandre a Luís Filipe Vieira, um dos quatro detidos na Operação Cartão Vermelho. Vieira vai ficar em prisão domiciliária sem pulseira eletrónica, pelo menos até ser preparada a caução de três milhões de euros.

Já o empresário José António dos Santos, conhecido como Rei dos Frangos, poderá sair em liberdade se pagar ou der garantias no valor de dois milhões de euros. Já o filho de Vieira, Tiago Vieira, tem de pagar 600 mil euros e o empresário de jogadores, Bruno Macedo, 300 mil euros.

Vieira fica assim em prisão domiciliária até à prestação da caução e ainda impedido de contactar com o Benfica e contactar com todos os outros arguidos, com exceção do filho Tiago. Além disso tem de entregar de imediato o passaporte e fica proibido de viajar para o estrangeiro. Medidas que se aplicam a todos os arguidos.


Rui Costa assume presidência do Benfica
Rui Costa, que assumiu a presidência do Benfica, após Luís Filipe Vieira ter suspendido o mandato, face ao processo 'Cartão Vermelho', disse que está ciente da “responsabilidade assumida” e do que os benfiquistas esperam de si.

Quando o MP avançou para a detenção do então presidente do Benfica na quarta-feira, alegou "perigo de fuga" e por isso se preparava para pedir a prisão preventiva. 

Vieira, numa jogada de antecipação, pediu a suspensão de funções no clube da Luz e assim retirou argumentos ao procurador para pedir a medida de coação mais gravosa.  

O interrogatório a Luís Filipe Vieira decorreu durante toda a manhã deste sábado, durante quase quatro horas.   

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas