Escolha as suas informações

Bruno Lage reconhece pressão do Benfica e desvaloriza ausências do Marítimo
Desporto 2 min. 21.04.2019 Do nosso arquivo online

Bruno Lage reconhece pressão do Benfica e desvaloriza ausências do Marítimo

Bruno Lage reconhece pressão do Benfica e desvaloriza ausências do Marítimo

Desporto 2 min. 21.04.2019 Do nosso arquivo online

Bruno Lage reconhece pressão do Benfica e desvaloriza ausências do Marítimo

Lage diz que "nesta fase de autênticas finais", o objetivo é "errar o menos possível e conquistar os três pontos, para acabar na primeira posição”.

O treinador Bruno Lage admitiu hoje que está pressionado para vencer o Marítimo e recuperar a liderança da I Liga portuguesa de futebol, mas relembrou que sente essa pressão desde que assumiu a liderança do Benfica.

“A pressão existe sempre nas grandes equipas. Sentimos essa pressão, mas desde o início. São cinco finais e a pressão é chegar ao jogo, fazer boas exibições, proporcionar bons espetáculos e, nesta fase de autênticas finais, errar o menos possível e conquistar os três pontos, para acabar na primeira posição”, disse Lage.

Sobre o adversário no jogo de encerramento da 30.ª jornada do campeonato, Bruno Lage disse tratar-se de uma “equipa muito competente, que está à procura de pontos pela manutenção, organizada e aguerrida, à imagem do seu treinador”, mas reafirmou que o objetivo é “conquistar mais três pontos e seguir em frente”.

Em relação à polémica que envolveu o treinador dos insulares, ao admitir que houve jogadores que ‘forçaram’ o quinto cartão amarelo para falharem o jogo no Estádio da Luz e, dessa forma, estarem disponíveis para o que resta do campeonato, Lage lembrou que esses jogadores também não defrontaram o principal rival das ‘águias’, o FC Porto.

“Esses jogadores jogaram contra o FC Porto? Tive o cuidado de ver e não jogaram. O Petit disse isso quando falou dessa questão. Esses jogadores também não estiveram nesse ‘onze’. Acredito que o Marítimo vai jogar determinado para alcançar o seu objetivo, que é a manutenção”, frisou o técnico.

Depois da eliminação nos quartos de final Liga Europa, na sequência da derrota por 2-0 no estádio dos alemães do Eintracht Frankfurt, Bruno Lage garantiu que, tal como ele, os jogadores não olham para o que perderam, mas para o que podem ganhar.

“Acredito que os jogadores também têm essa mentalidade. Após um jogo menos conseguido a equipa soube sempre dar uma boa resposta e é isso que pretendemos para amanhã.”

Confirmada a ausência de Rafa na partida frente aos insulares, devido a suspensão, o treinador do Benfica admitiu que ainda está a ponderar que alternativa irá escolher para suprir a ausência do extremo, mas deixou claro que não haverá poupanças a pensar no jogo de Braga, a próxima deslocação das ‘águias’ no campeonato, no próximo domingo.

“Não pode haver gestão nenhuma nesse sentido. O que acharmos que é o melhor ‘onze’ vai estar lá dentro, independentemente da questão dos amarelos e dos jogadores que possam falhar esse jogo. Quando fazemos essas contas, saem sempre furadas”, advertiu.

O Benfica, segundo classificado da I Liga, com 72 pontos, menos três do que o campeão FC Porto – que tem mais um jogo disputado -, recebe o Marítimo, 12.º colocado, com 33, na segunda feira, às 20h15 (21h15 no Luxemburgo), no Estádio da Luz, no jogo que encerra a 30.ª jornada.

Lusa


Notícias relacionadas

O Benfica estreia-se hoje diante dos alemães do Leipzig na edição 2019/20 da Liga dos Campeões de futebol, competição em que tentará ultrapassar os ‘fracassos’ das duas anteriores épocas, nas quais foi eliminado na fase de grupos.
Benfica e Leipzig defrontam-se pela primeira vez, num encontro com arbitragem do grego Tasos Sidiropoulos
Treinador do Benfica diz que um deslize semelhante ao que os portistas tiveram ontem em Vila do Conde já aconteceu à sua equipa, então com o Belenenses. Já Abel Ferreira quer derrotar os benfiquistas para se manter na luta pelo terceiro lugar com o Sporting.