Escolha as suas informações

Bob Jungels e Christine Majerus distinguidos como melhores desportistas do Luxemburgo
Christine Majerus und Bob Jungels / Sportspress Awards Night / Mondorf / 06.12.2018 / Foto: kuva

Bob Jungels e Christine Majerus distinguidos como melhores desportistas do Luxemburgo

Christine Majerus und Bob Jungels / Sportspress Awards Night / Mondorf / 06.12.2018 / Foto: kuva
Desporto 2 min. 07.12.2018

Bob Jungels e Christine Majerus distinguidos como melhores desportistas do Luxemburgo

Os ciclistas Bob Jungels e Christine Majerus foram eleitos, esta quinta-feira, os melhores desportistas nacionais do ano, na Gala da Sportspress (Associação Luxemburguesa de Jornalistas Desportivos). A equipa de futebol do F91 Dudelange foi distinguida como a melhor de 2017 e Dino Toppmöller, também do campeão luxemburguês, o melhor treinador.

O evento organizado no Casino de Mondorf-les-Bains consagrou Bob Jungels, ciclista da Quick-Step, como o melhor desportista masculino do ano pela primeira vez, com  267 points de avanço sobre Bob Bertemes, segundo classificado, recordista do lançamento do peso. O voleibolista Kamil Rychlick terminou no terceiro lugar do pódio.

Tal como no ano passado, a distinção de melhor desportista feminina voltou a ser atribuída à ciclista Christine Majerus, vencedora em 2013, 2015, 2016 e 2017, superando a tenista Mandy Minella, segunda classificada, tendo a mesatenista Ni Xia Lian terminado no terceiro posto.

F91 Dudelange distinguido como a melhor equipa.
F91 Dudelange distinguido como a melhor equipa.
Foto: kuva

O primeiro lugar por equipas foi entregue ao F91 Dudelange, que além da conquista do campeonato e da Taça do Luxemburgo, conseguiu a proeza de ter sido a primeira formação luxemburguesa a entrar na fase de grupos da Liga Europa. A seleção grã-ducal de futebol ficou em segundo lugar e a equipa feminina de ténis de mesa de pares constituida por  Sarah de Nutte e Ni Xia Lian terminiou em terceiro.

Dino Toppmöeller, ao centro, foi eleito o melhor treinador.
Dino Toppmöeller, ao centro, foi eleito o melhor treinador.
Foto: kuva

Dino Toppmöller, do F91 Dudelange, venceu o troféu destinado ao melhor treinador, superando o seleccionador Luc Holtz, segundo classificado, e Jeff Saibene, treinador da equipa da segunda divisão alemã do Arminia Bielefeld, terceiro.

Eleonora Molinaro e Leandro Barreiro, ao centro, receberam os prémios destinados às melhores "esperanças".
Eleonora Molinaro e Leandro Barreiro, ao centro, receberam os prémios destinados às melhores "esperanças".
Foto: kuva

Lucien Gretsch  foi distinguido com o "Prix d'honneur", enquanto o "Jeune Espoir" foi atribuído à tenista Eleonora Molinaro e ao futebolista do Mainz 05, Leandro Barreiro. Yannick Lieners conquistou o prémio "fair-play", o ciclista Ralph Diseviscourt  venceu o "Ultra-Sport", sendo o prémio "Sport et Handicap" entregue aos Special Olympics.

Classificações finais:

Desportista masculino do ano

1. Bob Jungels (ciclismo) - 542 pontos

2. Bob Bertemes (atletismo) - 275

3. Kamil Rychlicki (voleibol) - 132

4. Jempy Drucker (ciclismo) - 79

5. Lyndon Sosa (tiro) - 67

Desportista masculino do ano

1. Christine Majerus  (ciclismo) - 539 pontos

2. Mandy Minella (ténis) - 303

3. Ni Xia Lian (ténis de mesa) - 174

4. Charline Mathias (atletismo) - 149

5. Sarah de Nutte (ténis de mesa) - 144

Prémio para a melhor Equipa

1. Futebol: F91 Dudelange - 544 points

2.  Futebol: Seleção masculiona - 333

3. Ténis de mesa: Sarah de Nutte-Ni Xia Lian - 197

4. Tiro ao arco: seleção nacional masculina - 115

5.  Ténis de mesa: seleção nacional feminina -  78

Prémio para o melhor Treinador

1. Dino Toppmöller (futebol)  - 411 points

2. Luc Holtz  (futebol) - 331

3. Jeff Saibene  (futebol) - 167

4. Ken Diederich (basquetebol) - 97

5. Dejan Gajic (andebol) - 88

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas