Escolha as suas informações

Boavista quer esclarecimentos do Conselho de Arbitragem sobre grande penalidade
Desporto 10.03.2019

Boavista quer esclarecimentos do Conselho de Arbitragem sobre grande penalidade

Boavista quer esclarecimentos do Conselho de Arbitragem sobre grande penalidade

Foto: Pixabay
Desporto 10.03.2019

Boavista quer esclarecimentos do Conselho de Arbitragem sobre grande penalidade

Em causa está o pénalti marcado a favor do Sporting aos 93 minutos.

O presidente da SAD do Boavista quer saber pelo Conselho de Arbitragem federativo "que diálogo terá havido, se houve, entre árbitro e videoárbitro" (VAR), no lance que ditou a derrota frente ao Sporting, na I Liga de futebol.

Álvaro Braga Júnior falava após o encontro de sábado, da 25.ª jornada do campeonato, que os leões ganharam por 2-1, graças a uma grande penalidade marcada por Bruno Fernandes aos 90+3 minutos, que foi muito contestada pelos responsáveis dos ‘axadrezados’.


Sporting vence Boavista com penálti ‘fora de horas’ de Bruno Fernandes
A equipa de Marcel Keizer, quarta classificada, alcançou a quinta vitória fora de casa no campeonato e mantém-se a três pontos do Sporting de Braga.

O dirigente disse que o Boavista solicitará essa informação na segunda-feira junto do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), pretendendo desse modo saber se o árbitro do encontro, João Pinheiro, falou com o VAR, Rui Oliveira, acerca do lance da grande penalidade e, em caso afirmativo, o que falaram.

"Se viermos a verificar que o videoárbitro também foi de opinião que aquele lance surrealista também merecia a marcação de uma grande penalidade, entendemos que nem o árbitro deste jogo nem o senhor videoárbitro têm condições morais para poder sequer arbitrar próximos jogos do campeonato", afirmou Álvaro Braga Júnior.

O presidente do Boavista, Vítor Murta, também se pronunciou, dizendo que o clube exige respeito: "Não sabemos mais o que podemos fazer. Há novas tecnologias que só funcionam para alguns e para defender alguns", lamentou.