Escolha as suas informações

Benfica apurado para a Liga dos Campeões
Desporto 3 min. 29.08.2018

Benfica apurado para a Liga dos Campeões

Benfica apurado para a Liga dos Campeões

Foto: Reuters
Desporto 3 min. 29.08.2018

Benfica apurado para a Liga dos Campeões

Lisboetas começaram a perder, mas deram a volta ao resultado e chegaram a 4-1 com Jardel, Salvio (de penalty), Pizzi e outra vez Salvio, uma vez mais da marca dos 11 metros, nos golos. Sorteio da fase de grupos é esta quinta-feira.

O Benfica venceu o PAOK por 4-1 em Salónica, no Estádio Toumba, na segunda mão do playoff da Liga dos Campeões, depois do 1-1 do primeiro jogo, apurando-se para a fase de grupos e assim garantindo 43 milhões de euros só em prémios de qualificação. O sorteio realiza-se esta quinta-feira no Fórum Grimaldi (Mónaco), a partir das 18 horas. O FC Porto, que já estava apurado como campeão nacional, também vai conhecer a sua sorte nesta cerimónia.

Com Salvio de regresso e Seferovic a titular no centro do ataque, os benfiquistas começaram de forma desastrada: faltosos (André Almeida foi amarelado logo aos 35 segundos), lentos, sem terem controlo da bola e nervosos. Os gregos, apoiados por milhares de ruidosos adeptos, dispuseram de uma primeira ocasião com remate perigoso de Limnios que foi desviado por um defesa (5 m) e, pouco depois (13 m), já estavam a marcar num erro defensivo da equipa de Rui Vitória após livre que deixou Maurício à vontade na área, este centrou e Prijovic emendou à boca da baliza sem oposição.

A formação portuguesa passou por minutos difíceis, mas acabou por marcar numa das primeiras ameaças à baliza contrária quando um canto batido por Pizzi encontrou o cabeceamento imparável de Jardel na área e valeu a igualdade (20 m). O PAOK oscilou e um erro incrível do guarda-redes Paschalakis (tentou evitar o canto num atraso de Léo Matos, mas deixou a bola jogável no interior da área junto à linha final e, depois, derrubou Cervi que a recuperara) levou o árbitro Felix Brych a assinalar penalty de que se encarregou Salvio para apontar o 2-1 (26 m).

A vantagem poderia ter-se esfumado num excelente golpe de cabeça de Léo Matos, mas Vlachodimos correspondeu com vistosa intervenção (35 m). Era uma fase em que o jogo dos visitantes já estabelizara, permitindo-lhes assumir o domínio da situação. Na resposta, outra defesa incompleta de Paschalakis deu a Seferovic espaço para perigoso remate que o próprio guardião deteve, mas, a cinco minutos do intervalo, uma notável jogada de combinação entre Grimaldo e Cervi pela esquerda culminou com centro rasteiro deste para o interior da área. Pizzi dominou e atirou rasteiro, colocado, obtendo o 3-1. Era a vez de a equipa grega experimentar enormes dificuldades e desequilíbrio emocional com os erros e rudes golpes acumulados.

Na segunda parte, outro erro colossal deixou o PAOK em definitivo fora da discussão pelo resultado: noutro canto de Pizzi, Varela tentou impedir que Jardel repetisse o cabeceamento vitorioso do primeiro tempo e agarrou-o pela cintura dentro da área. Penalty de que voltou a encarregar-se Salvio, desta vez batendo para o meio da baliza e vendo Paschalakis ainda tocar na bola com o pé direito (49 m).

Com o encontro e a qualificação nas mãos, o Benfica adotou uma atitude de gestão, dando espaço a que os gregos se acercassem mais vezes da baliza de Vlachodimos e, num canto, Prijovic cabeceou à barra (51 m). Aos 63 minutos, Vitória poupou Salvio e colocou Alfa Semedo em campo. Os gregos continuaram a aparecer mais junto da área contrária, mas sem perigo iminente.

A um quarto de hora do final, Pizzi deu lugar a Zivkovic e, no minuto seguinte, o PAOK ficou numa situação ainda pior quando Léo Matos viu segundo cartão amarelo por falta sobre Cervi, seguido do consequente vermelho, sendo expulso por Brych. O ritmo de jogo baixou em definitivo, porque os gregos já não tinham força anímica e os benfiquistas apenas pretendiam que o tempo se fosse esgotando. Rui Vitória ainda trocou Seferovic por João Félix (85 m) e Vlachodimos foi hábil a evitar que os gregos marcassem, mas o resultado não se modificou.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Liga Europa: Benfica ‘alternativo’ vence na Turquia por 2-1
Uma equipa do Benfica com várias alterações no ‘onze’ deu hoje um passo importante na luta pelo apuramento para os oitavos de final da Liga Europa de futebol, ao vencer por 2-1 na visita ao Galatasaray. A partida da segunda mão dos 16 avos de final está marcada para 21 de fevereiro, no Estádio da Luz.
Benfica empata com o PAOK
Na primeira mão do playoff da Liga dos Campeões, Pizzi marcou de penalty ainda no primeiro tempo, mas os gregos chegaram à igualdade a um quarto de hora do fim.
Pizzi ainda festejou com Gedson, mas os gregos conseguiram o empate.