Escolha as suas informações

Abreu dá nas vistas: Jogador português do Titus Pétange cobiçado pelo Guimarães
Desporto 3 min. 01.02.2017

Abreu dá nas vistas: Jogador português do Titus Pétange cobiçado pelo Guimarães

O jogador português que tem estado em destaque na Liga BGL, quer abraçar a carreira de profissional

Abreu dá nas vistas: Jogador português do Titus Pétange cobiçado pelo Guimarães

O jogador português que tem estado em destaque na Liga BGL, quer abraçar a carreira de profissional
Foto: Yann Hellers
Desporto 3 min. 01.02.2017

Abreu dá nas vistas: Jogador português do Titus Pétange cobiçado pelo Guimarães

Artur Abreu, de 22 anos, é um dos melhores jogadores da Liga BGL. Com oito golos marcados no campeonato da elite luxemburguesa e várias assistências, já despertou o interesse de alguns dos melhores clubes do Grão-Ducado e em Portugal também.

Artur Abreu, de 22 anos, é um dos melhores jogadores da Liga BGL. Com oito golos marcados no campeonato da elite luxemburguesa e várias assistências, já despertou o interesse de alguns dos melhores clubes do Grão-Ducado e em Portugal também.

Por Álvaro Cruz

A breu é o nome de ’guerra’ da nova coqueluche do futebol luxemburguês e em particular do Union Titus Pétange, equipe recém promovida à Liga BGL, na qual tem sido um dos principais protagonistas.

Ao abrigo do protocolo que o clube tem há cerca de um ano com o Vitória de Guimarães, o longilíneo extremo efetuou um estágio nas três semanas no centro desportivo da cidade-berço, com a equipa ’B’, e agradou.

Aguarda com ansiedade o resultado do relatório que a equipa técnica vimaranense ficou de entregar aos dirigentes e confessou ao Contacto que ambiciona “abraçar o futebol profissional”.

“Foi uma experiência muito enriquecedora para mim em todos os aspetos” começou por dizer Artur Abreu que confessou ter tido “algumas dificuldades de adaptação” nos primeiros dias.

“Não conhecia ninguém e a adaptação aos métodos de treino mais intensos e táticos demorou três a quatro dias, mas depois integrei-me bem e as coisas até correram de feição”, afiança.

Sublinha que foi “muito bem acolhido por jogadores, dirigentes e treinadores” e que agora está mais empenhado que nunca em realizar o sonho de chegar ao mundo profissional, porque acredita nas suas qualidades.

“No final do estágio, o treinador Vítor Campelos falou comigo e disse que tinha gostado bastante do meu comportamento, elogiando as minhas qualidades. Ele ficou de entregar um relatório pormenorizado aos responsáveis do Vitória de Guimarães, que depois se pronunciarão para dar o veredicto final”, esclareceu.

Enquanto espera por novidades, Artur Abreu mostrou-se confiante numa “resposta positiva” por parte dos dirigentes vimaranenses que segundo o jogador “poderão dar luz verde para a transferência no próximo verão”.

Aponta a “intensidade”, a “técnica”, a “cultura tática” e a “mentalidade”, como principais diferenças entre o futebol português e o luxemburguês, e assegura que se tiver a oportunidade de integrar o plantel profissional do Vitória de Guimarães, na próxima época, a vai “agarrar com unhas e dentes”.

Entre os melhores jogadores no Luxemburgo

Formado no FC Differdange 03, Abreu cumpre a sua segunda época ao serviço do Titus e diz sentir-se “como peixe na água”.

O extremo goleador tem na técnica, velocidade e poder de concretização ’armas’ que fazem dele um dos jogadores mais apreciados e disputados do campeonato da elite luxemburguesa.

Com oito golos marcados e várias assistências na primeira volta da Liga BGL, Abreu sabe que é uma peça fundamental no xadrez do Titus Pétange, mas divide os ’louros’ com os companheiros, demonstrando humildade.

“A época tem-me corrido bem, mas a ajuda dos meus companheiros, dentro e fora do campo, tem sido importante, sem eles não teria o mesmo sucesso”, sublinha, reforçando que “o mais importante são os resultados da equipa e neste clube todos trabalhamos com os mesmos objetivos que são os de levar o clube o mais longe possível”.

Atualmente no 5° lugar da classificação da Liga BGL, o Union Titus Pétange tem como principal objetivo chegar a um lugar que lhe permita disputar a Liga Europa. Artur Abreu sabe que o desafio não e fácil, mas quer continuar a dar o seu melhor em prol da equipa.

“O clube tem evoluído bastante desde a fusão e possui um projeto de crescimento ambicioso para as próximas épocas. Apesar de ter estado as três semanas em Portugal, continuo empenhado em dar o melhor de mim nesta segunda volta para ajudar a equipa e o clube a ganhar jogos”.

Entretanto, Artur Abreu também já suscitou o interesse por parte dos melhores clubes no Grão-Ducado. O jogador revelou que já foi abordado por alguns ’grandes’ da Liga BGL, mas diz que neste momento está apenas “concentrado em jogar o melhor possível”, deixando uma eventual decisão “lá mais para o final da época”.

Sublinha que o seu grande objetivo é “passar a profissional no final desta época, em Guimarães ou em outro clube”, vincando que se essa possibilidade não se concretizar terá tempo para “analisar a melhor proposta no Luxemburgo e depois poder decidir”, remata.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Antigo adjunto de Mourinho deixa o Union Titus Pétange
Baltemar Brito já não é treinador do Union Titus Pétange, atual 7° classificado da Liga BGL de futebol. O antigo adjunto de José Mourinho chegou esta segunda-feira a acordo com os dirigentes para a rescisão do contrato e já seguiu para Inglaterra onde vai assistir ao encontro entre o Manchester United e o Arsenal.
Brito e o Union Titus Pétange separaram-se.
O passo em frente do futebol luxemburguês
Os recentes resultados da seleção nacional e dos principais clubes nas competições europeias proporcionaram outra visibilidade internacional ao futebol luxemburguês. O presidente da Federação e vários treinadores lusos analisam como a Liga das Nações pode também enquadrar-se nesse contexto.
O empate entre o Luxemburgo e a França foi um dos grandes resultados dos 'leões vermelhos'.
Após dez anos de sucessos: José Gonçalves: “Saio triste mas de consciência tranquila”
Depois de uma década ao leme do Kayl/Tétange, que levou das divisões mais baixas à Liga BGL, José Gonçalves vive os últimos dias como presidente do clube do coração. Estava disposto a continuar por mais dois anos, mas diz que não reconheceram o seu trabalho. Apesar de convidado para integrar os quadros da FLF e outros clubes da elite, ainda não tomou uma decisão, mas garante que fica no futebol.