Escolha as suas informações

Vai um concerto para o almoço?
Cultura 3 min. 23.03.2021

Vai um concerto para o almoço?

Gast Waltzing Quintet/Philharmonie

Vai um concerto para o almoço?

Gast Waltzing Quintet/Philharmonie
Foto: Alfonso Salgueiro
Cultura 3 min. 23.03.2021

Vai um concerto para o almoço?

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
A partir de quinta-feira e até ao final de julho, a Philharmonie vai transmitir, quinzenalmente, concertos à hora de almoço.

A partir desta quinta-feira, 25 de março, a Philharmonie lança o progarama 'LËTZ PHIL', uma série de concertos que tem a particularidade de serem transmitidos, online, à hora de almoço.

Expandindo a sua oferta digital, a estrutura cultural da capital luxemburguesa, apresenta em streaming, até ao final de julho e quinzenalmente, vários concertos, que serão emitidos durante a hora de almoço às quintas-feiras, a cada duas semanas, com início marcado para as 13 horas. 

Trata-se de atuações de 30 minutos e que incluirão a participação de artistas luxemburgueses como David Laborier, Sascha Ley, Arthur Possing e as suas respetivas  formações. 

"Ao contrário do ano passado, o público pode experimentar os concertos ao vivo na Philharmonie à noite ou optar pela hora do almoço, enquanto trabalha a partir de casa ou no seu escritório. Os concertos com Gast Waltzing, Arthur Possing, Sascha Ley, David Laborier, Claire Parsons, Serge Tonnar e David Ianni estarão disponíveis via YouTube e Facebook", explica a estrutura em  comunicado.

O primeiro concerto da série, já esta quinta-feira, às 13 horas, estará a cargo do Gast Waltzing Quintet, ficando o vídeo da atuação, posteriormente, disponível para repetição. 

No mesmo comunicado, Stephan Gehmacher, Diretor-Geral da Philharmonie, sublinha a importância desta nova série de espetáculos e deste conceito em tempos de pandemia. "Consideramo-nos afortunados por ainda sermos capazes de apresentar concertos em Luxemburgo. Assim, pudemos iniciar uma nova série de concertos a curto prazo, o que nos permitiu apresentar a cena musical luxemburguesa multifacetada na Philharmonie e online".

Para o responsável esta é uma forma de chegar a mais público, numa altura em que a cultura ainda funciona com limitações, ao mesmo tempo que também proporciona a quem assiste diferentes formas de usufruir dos espetáculos. "Saudamos os membros da nossa audiência nas suas salas de estar, nas suas secretárias, ou onde quer que prefiram seguir estes concertos, em direto ou através da sua repetição". 

Concertos para as escolas

Antes desta série, a Orquestra Sinfónica da Philharmonie transmitiu concertos para os alunos do ensino fundamental, numa parceria com o Ministério da Educação.

No início deste mês, e após o grande sucesso da primeira transmissão de um concerto junto de várias turmas, em dezembro passado, com música do famoso ballet 'O Quebra Nozes", que foi emitido em direto para as salas de aulas, foi transmitido um novo concerto - a 'Sinfonia Escocesa' (Sinfonia nº.3), de Felix Mendelssohn -, dirigido a crianças dos seis aos doze anos, para todos os alunos das segunda à quarta classes do ensino fundamental.

Claude Meisch, Ministro da Educação, Infância e Juventude, considera que estes concertos, transmitidos para as salas de aulas, são uma componente importante da educação musical em tempos de pandemia. "Porque, infelizmente, ainda não é possível o acesso à cultura em grande escala, estou particularmente satisfeito com esta boa cooperação entre o Ministério da Educação e a Philharmonie."

Também Stephan Gehmacher, diretor da estrutura cultural se mostra satisfeito com esta colaboração e com o facto de o "Ministério da Educação estar a dar à educação musical um lugar na sala de aula, mesmo em tempos de pandemia". "Se os alunos não podem vir à Philharmonie, tentamos levar os músicos até eles nas escolas". 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Orquestra Filarmónica ao vivo
Pela primeira vez, a Orquestra Filarmónica do Luxemburgo irá tocar a música de Harry Potter e a Pedra Filosofal ao vivo durante o filme na Rockhal.