Escolha as suas informações

Tomb Raider: O que faz correr Lara?
Se Angelina Jolie estivesse viva em 2018 teria esta cara.

Tomb Raider: O que faz correr Lara?

Se Angelina Jolie estivesse viva em 2018 teria esta cara.
Cultura 2 min. 21.03.2018

Tomb Raider: O que faz correr Lara?

Não é preciso ser-se um grande cinéfilo para saber que a saga “Tomb Raider” tem a assinatura indelével de Angelina Jolie, a protagonista dos dois anteriores filmes sobre Lara Croft, a heroína saída do mundo dos jogos de vídeo.

Por Raúl Reis - As duas obras em que Jolie foi a estrela partiam do princípio de que os espetadores sabiam a história de Lara Croft, a rica herdeira de um bilionário. “Tomb Raider” escolheu “fazer história”. Ou seja, o filme opta por contar a vida da menina Lara Croft e como ela se vai transformar na “tomb raider”.

Depois de provar que é uma miúda dura numa corrida em duas rodas através de Londres, Lara é apresentada como uma filha que recusa acreditar que o pai tenha morrido.

Lord Richard Croft está desaparecido há sete anos mas Lara continua à espera do seu regresso. À procura de pistas que a ajudem a encontrá-lo, Lara descobre provas da obsessão do pai pelo túmulo da malvada rainha japonesa Himiko.

Se imaginou que Lara vai procurar a pista do pai no Japão, adivinhou. A jovem Croft passa por Hong Kong, onde vai fretar um barco, para iniciar a busca do local onde está enterrada a rainha, na ilha de Yamatai. Como é habitual nestas situações, Lara não é a única exploradora à procura do túmulo...

Não podemos culpar a simpática atriz nórdica Alicia Vikander pelo fracasso deste filme. No papel de Lara Croft, a atriz consegue fazer esquecer Angelina Jolie e convence plenamente. Contudo, o filme sofre muito com as incontáveis inconsistências do argumento resultando num regresso que soa a forçado da receita “Tomb Raider”. À história alinhavada por Geneva Robertson-Dworet e Alastair Siddons falta, muitas vezes, senso comum.

O realizador norueguês, Roar Uthaug, parece não estar preocupado com a falta de uma história de jeito para contar e escolhe o caminho dos efeitos especiais e da ação “non-stop”. Temos direito a ver Lara Croft, de mãos atadas, a ser levada por um rio, ou a admirar as capacidades escapistas da jovem aventureira quando prisioneira num velho avião.

Resta a eterna questão: qual será o melhor filme da saga? Este ou um dos anteriores (o primeiro assinado por Simon West e o seguinte por Jan De Bont)? Não sei. Prefiro o jogo...

“Tomb Raider”, de Roar Uthaug, com Alicia Vikander, Dominic West, Walton Goggins, Daniel Wu, Kristin Scott Thomas, Hannah John-Kamen e Derek Jacobi.

_______

“Tomb Raider” de Roar Uthaug, com Alicia Vikander, Dominic West, Walton Goggins, Daniel Wu, Kristin Scott Thomas, Hannah John-Kamen e Derek Jacobi.