Escolha as suas informações

Sexta-feira, em Ettelbruck: Músicos de Portugal e do Luxemburgo recriam "Grândola"
Cultura 1 2 min. 28.04.2016

Sexta-feira, em Ettelbruck: Músicos de Portugal e do Luxemburgo recriam "Grândola"

Depois de terem actuado em Tondela e na Guarda, os músicos vão estar esta sexta-feira em Ettelbruck

Sexta-feira, em Ettelbruck: Músicos de Portugal e do Luxemburgo recriam "Grândola"

Depois de terem actuado em Tondela e na Guarda, os músicos vão estar esta sexta-feira em Ettelbruck
Fotos: Ricardo Chaves
Cultura 1 2 min. 28.04.2016

Sexta-feira, em Ettelbruck: Músicos de Portugal e do Luxemburgo recriam "Grândola"

Um grupo de músicos de Portugal e do Luxemburgo está a assinalar o 25 de Abril com concertos nos dois países, num tributo aos "cantautores" da Revolução dos Cravos que inclui também grandes nomes do fado e do jazz. Na sexta-feira, o grupo actua no Centre des Arts Pluriels (CAPE), em Ettelbruck, depois de ter estado em Tondela e na Guarda.

Um grupo de músicos de Portugal e do Luxemburgo está a assinalar o 25 de Abril com concertos nos dois países, num tributo aos "cantautores" da Revolução dos Cravos que inclui também grandes nomes do fado e do jazz.

O espectáculo "Abri’Lux" vai chegar ao Centre des Arts Pluriels (CAPE), em Ettelbruck, já na próxima sexta-feira, dia 29 de Abril, depois de ter estado na Associação Cultural e Recreativa de Tondela (ACERT) e no Teatro Municipal da Guarda nos dias 24 e 25.

Do programa do concerto, que conta com a cantora de jazz Luísa Vieira e músicos do Luxemburgo, fazem parte temas de Zeca Afonso, José Mário Branco, Sérgio Godinho, Fausto, Mário Laginha e Carlos Paredes. E a "Grândola", uma das senhas da Revolução dos Cravos, não podia faltar. "É uma das músicas no programa, não podia faltar", disse ao CONTACTO o contrabaixista luxemburguês Marc Demuth, líder do grupo.

Um reportório a que o 'septuor' vai dar novas roupagens, com "uma sonoridade jazz que põe a tónica na criatividade e na improvisação", explicou Marc Demuth.

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.

O músico, que promove há anos a música portuguesa no Luxemburgo, formou em 2011 o trio de jazz Inuk com a cantora Luísa Vieira e o pianista George Letellier. Em Maio do ano passado, o grupo foi convidado para actuar na Philharmonie do Luxemburgo a seguir a um concerto de Cristina Branco e Mário Laginha, tendo convidado nessa altura alguns músicos luxemburgueses, que agora se associaram novamente ao projecto "Abri’Lux", a convite da Associação Cultural e Recreativa de Tondela (ACERT).

"Já há algum tempo que queríamos fazer um concerto em Portugal com a mesma formação, e surgiu o convite da ACERT para o realizar no âmbito dos seus 40 anos e das comemorações do 25 de Abril, com um reportório que incluísse alguns dos compositores associados à Revolução dos Cravos", explicou o músico luxemburguês.

No projecto "Abri’Lux" participam ainda Barbara Witzel (violinista da Orquestra Filarmónica do Luxemburgo), Paulo Simões (guitarra), Jeff Herr (bateria), Annemie Osborne (violoncelo) e o pianista George Letellier.

No Luxemburgo, o grupo vai estar a 29 de Abril no CAPE, em Ettelbruck, para um concerto baptizado "D’Amália à Godinho" (De Amália a [Sérgio] Godinho).

O grupo, no final da actuação na ACERT, em Tondela
O grupo, no final da actuação na ACERT, em Tondela
Foto: Ricardo Chaves



Notícias relacionadas

Abri'Lux. Uma homenagem luso-luxemburguesa à Revolução dos Cravos
Há músicos portugueses, luxemburgueses e um norte-americano, vindos da área do jazz e da clássica, no projeto Abri’Lux, que presta homenagem à Revolução portuguesa e aos seus cantautores. Sob a liderança de Marc Demuth, apresentam-se esta quinta-feira na Philharmonie e explicam como foi a experiência de descobrir o que consideram “autênticas joias” de música e palavras que vão de Zeca Afonso a Sérgio Godinho.
Rodrigo Leão traz novo projeto ao Luxemburgo
Rodrigo Leão, com uma carreira que ficará na história da música portuguesa, vem ao Luxemburgo com Scott Matthew para apresentar um disco a quatro mãos, “Life is Long”. O concerto é já no próximo domingo, dia 8 de outubro, e faz parte do Festival Atlântico, que arranca esta semana na Philharmonie.
Rodrigo Leão e Scott Matthew trazem ao Luxemburgo “Life is Long”, um disco com letras do australiano e músicas do português. Foto: Rita Carmo RodrigoLeão traz novo projeto ao Luxemburgo
Francisco Sassetti: Um português na Philharmonie do Luxemburgo
Estudou música e aprendeu a tocar um instrumento, mas não é músico, apesar de a música correr nas veias de toda a família. É musicólogo, e já esteve na programação do Centro Cultural de Belém, em Lisboa, e na Orquestra de Jovens de Viena. Agora, aos 32 anos, Francisco Sassetti regressa ao Luxemburgo para assumir a programação do Jazz e Música do Mundo na Philharmonie.