Escolha as suas informações

Rockhal vai exigir testes antes e depois dos concertos de fevereiro
Cultura 2 min. 29.01.2021 Do nosso arquivo online

Rockhal vai exigir testes antes e depois dos concertos de fevereiro

Rockhal vai exigir testes antes e depois dos concertos de fevereiro

Foto: Marc Lazzarini
Cultura 2 min. 29.01.2021 Do nosso arquivo online

Rockhal vai exigir testes antes e depois dos concertos de fevereiro

Diana ALVES
Diana ALVES
Lugares sentados, 100 pessoas no máximo e testes de diagnóstico à covid-19 antes e sete dias depois dos concertos. Estas são algumas de várias regras sanitárias que a Rockal decidiu impor no âmbito da série de concertos ‘Because Music Matters’, que tem lugar entre os dias 10 e 14 de fevereiro. Uma iniciativa que servirá para a sala de concertos de Esch-Belval testar aquela que poderá ser a fórmula para o regresso dos espetáculos ao vivo.

Numa nota divulgada no seu site oficial, a Rockhal sublinha que, ao comprarem os bilhetes, os espetadores comprometem-se a fazer um teste antes do início do concerto, assim como sete dias depois. Os testes serão gratuitos.

No dia do espetáculo, os espetadores deverão comparecer no drive-in instalado pelas autoridades de saúde no parque de estacionamento P+R Belval para fazerem um teste rápido e um teste PCR. 

O resultado do primeiro será disponibilizado antes de o visitante entrar na sala de concertos. No momento em que fizer o teste, o espetador receberá um voucher para poder fazer um segundo exame sete dias após o concerto. Para menores de idade, é necessária a apresentação de uma autorização para o teste.

A Rockhal frisa que, sem um teste negativo à covid-19, ninguém entra na sala. E esta não será a única medida a respeitar. Como estipulam as medidas sanitárias em vigor no país, o uso da máscara é obrigatório enquanto o espetador estiver dentro do edifício, isto é, antes, durante e depois do concerto. 

Os espetadores terão também de manter o distanciamento de dois metros entre si durante as movimentações dentro da sala e são obrigados a respeitar os lugares sentados que lhes forem atribuídos. Apenas as pessoas do mesmo domicílio poderão ficar sentadas lado a lado. No final do concerto, os espetadores só deverão levantar-se para abandonar a sala quando essa indicação lhes for dada por um membro do staff.

Também será pedido aos visitantes que desinfetem as mãos ao entrar na Rockhal, sendo que dispensadores de álcool gel estarão à disposição em vários pontos do edifício. A zona para fumadores, o bar e o bengaleiro estarão fechados, e não serão permitidos sacos e malas maiores do que uma folha A4.

‘Because the Music Matters’ é uma série de cinco concertos organizada pela Rockhal, em contacto com a Inspeção Sanitária, com vista a um “regresso dos concertos ao vivo no futuro”. Daí o “rigoroso protocolo de saúde”, explica a instituição.

O programa arranca no dia 10 de fevereiro com um concerto do pianista clássico Mezerg. O programa completo pode ser consultado aqui.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas