Escolha as suas informações

Rockhal vai acolher concerto com 1000 pessoas a 21 de maio
Cultura 1 2 min. 07.05.2021

Rockhal vai acolher concerto com 1000 pessoas a 21 de maio

Serge Tonnar

Rockhal vai acolher concerto com 1000 pessoas a 21 de maio

Serge Tonnar
Foto: Alfonso Salgueiro / Philharmonie
Cultura 1 2 min. 07.05.2021

Rockhal vai acolher concerto com 1000 pessoas a 21 de maio

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Cabe a Serge Tonnar as honras de inaugurar esta nova fase da sala de Esch-Belvar. O público terá de ser testado para assistir ao espetáculo piloto e, se tudo correr bem, haverá mais dois concertos antes do verão.

A Rockhal vai receber um concerto com mil pessoas já no próximo dia 21 de maio. 

Depois de uma série de espetáculos limitada a 100 espectadores, organizados em fevereiro, sob o lema 'Because Music Matters',  a sala prepara-se para acolher um espetáculo piloto, com o objetivo de testar o regresso de multidões aos recintos de eventos, neste caso, e para já, à sala de Esch-Belval.

Esta experiência será feita com um concerto do músico Serge Tonnar e requer que os espectadores sigam alguns passos. 

Além de terem se ser cumpridas as regras de distanciamento físico e o uso obrigatório de uma máscara, o público que quiser assistir ao espetáculo terá de aceitar ser testado, devendo realizar um teste de antigénio antes do concerto e um novo teste sete dias após o evento. Os testes são gratuitos e o último pode ser feito num laboratório à escolha do espectador. Os menores de idade que  queiram assistir ao concerto terão de ter autorização dos pais para fazer os testes. 


Rockhal vai exigir testes antes e depois dos concertos de fevereiro
Lugares sentados, 100 pessoas no máximo e testes de diagnóstico à covid-19 antes e sete dias depois dos concertos.

"A compra de um bilhete implica que o espectador concorde em submeter-se a dois testes, organizados com as autoridades sanitárias luxemburguesas. Isto significa um teste antigénico (rápido) gratuito a ser realizado no local antes do início do concerto, bem como um segundo teste (do tipo PCR) sete dias mais tarde, para permitir um acompanhamento pelas autoridades sanitárias", explicou esta quinta-feira, Olivier Toth, CEO do Rockhal, citado pelo Paperjam.

Se o teste de antigénio, realizado antes do espetáculo, der positivo não poderá entrar no Rockhal, sendo reembolsado do custo do bilhete no cartão usado para compara do ingresso.

Quem for assistir ao concerto irá receber o bilhete eletrónico, personalizado, num e-mail separado, aproximadamente 24 horas antes do concerto. Os horários exatos e o protocolo detalhado para os testes serão enviados diretamente aos portadores dos bilhetes por correio eletrónico, refere a sala de espetáculos.

Se tudo correr bem, deverão seguir-se mais dois concertos em moldes semelhantes antes das férias de verão e já está previsto o regresso de artistas estrangeiros. "Estão em curso discussões para o regresso das estrelas internacionais", acrescentou Olivier Toth.

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.

Para já, cabe a Serge Tonnar as honras de inaugurar esta nova fase da sala. Após um ano afastado dos palcos devido às restrições que a pandemia impôs ao setor cultural, o cantor regressa em quinteto, na companhia dos músicos Eric Falchero, Ben Claus, Marc Demuth e Dirk Kellen.

Na Rockhal, deverá apresentar os seus êxitos de carreira, mas também mostrar algumas novas canções, que já está a trabalhar com os elementos  que o acompanham.

O concerto está marcado para as 20h e as portas abrem às 18h30. A organização do Rockhal aconselha o público a chegar o mais cedo possível para assegurar o rastreio atempado e a acomodação na sala. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas