Escolha as suas informações

Realizadora: Cristèle Alves Meira apresenta duas curtas-metragens no Luxemburgo

Realizadora: Cristèle Alves Meira apresenta duas curtas-metragens no Luxemburgo

Cultura 8 16.12.2016

Realizadora: Cristèle Alves Meira apresenta duas curtas-metragens no Luxemburgo

A realizadora luso-francesa Cristèle Alves Meira apresentou na quinta-feira no Luxemburgo as suas duas curtas-metragens “Campo de Víboras e “Sol Branco”.

A realizadora luso-francesa Cristèle Alves Meira apresentou na quinta-feira no Luxemburgo as suas duas curtas-metragens “Campo de Víboras e “Sol Branco”.

As projeções decorreram no Centro Cultural Português Camões, em Merl, na capital luxemburguesa. A visita da realizadora aconteceu no âmbito da Quinzena do Cinema Português, que está a decorrer até 18 de dezembro em vários cinemas do país.

 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Quinzena de Cinema Português: Cristèle Alves Meira: À procura do essencial de ser português
A realizadora de origem portuguesa que em maio realizou “um sonho” ao estar presente no festival de cinema de Cannes com a curta-metragem “Campo de Víboras” vai apresentar esse trabalho no Luxemburgo. A curta-metragem da realizadora luso-francesa foi selecionada em maio para a Semana da Crítica do festival de cinema mais importante do mundo. “Campo de Víboras” e “Sol Branco”, de Cristèle Alves Meira, são projetados esta quinta-feira, dia 15 de dezembro, no Centro Cultural Português do Luxemburgo no contexto da Quinzena de Cinema Português.
"Campo de Víboras": além de nome de filme este é o verdadeiro nome de uma aldeia transmontana.
Quinzena do Cinema Português: O regresso do cinema de Portugal
A Quinzena de Cinema Português regressou ao Luxemburgo neste final de ano quando já se podia pensar que 2016 não ia ter a já habitual mostra de cinema luso. Ainda antes do ano terminar, o Centro Cultural e a Embaixada conseguiram por de pé uma seleção de sete longas metragens que representam bem o cinema que se foi fazendo “lá em baixo” nos últimos tempos.
Cristèle Alves Meira, realizadora luso-descendente, apresenta duas crutas metragens no dia 15 de dezembro no Instituto Camões.
De 5 a 18 de dezembro: "Cartas da Guerra" estreia no Luxemburgo
António é enviado para uma das zonas mais violentas em Angola, durante a Guerra Colonial. Médico, soldado, aspirante a escritor e apaixonado pela esposa, António escreve cartas a Maria João. Baseado no romance de António Lobo Antunes, “Cartas da Guerra”, do realizador português Ivo M. Ferreira abre a Quinzena de Cinema Português, que decorre de 5 a 18 de Dezembro em sete espaços do Luxemburgo.
"Cartas da Guerra" estreou-se este ano e tornou-se num sucesso de bilheteira
Quinzena de Cinema Português no Luxemburgo: Como manter excelentes relações com a família
Todos sabemos que quando vamos “lá abaixo” não temos tempo para filmes. Já todos passámos à porta de um multiplex num centro comercial e pensámos: “Amanhã vou ver este filme português”. E todos nós acabamos por preferir ir apanhar sol numa esplanada ou decidimos aceitar o convite da tia Maria José para jantar, ela que já nos anda a dizer para ir lá a casa há três Verões...
Quando a francesa Fanny Ardant dirige uma paleta de grandes actores europeus, o resultado chama-se “Cadências Obstinadas”