Escolha as suas informações

Realizador Jean-Jacques Annaud abre hoje em Lisboa a Festa do Cinema Francês
Cultura 1 08.10.2015 Do nosso arquivo online

Realizador Jean-Jacques Annaud abre hoje em Lisboa a Festa do Cinema Francês

Cultura 1 08.10.2015 Do nosso arquivo online

Realizador Jean-Jacques Annaud abre hoje em Lisboa a Festa do Cinema Francês

O realizador francês Jean-Jacques Annaud apresenta hoje, em Lisboa, o filme "A hora do lobo", na abertura da Festa do Cinema Francês, uma iniciativa que mostra, há 16 anos, a mais recente produção cinematográfica daquele país.

O realizador francês Jean-Jacques Annaud apresenta hoje, em Lisboa, o filme "A hora do lobo", na abertura da Festa do Cinema Francês, uma iniciativa que mostra, há 16 anos, a mais recente produção cinematográfica daquele país.

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.

Jean-Jacques Annaud, que rodou "O nome da rosa", "O amante" ou "Sete anos no Tibete", é o padrinho da 16.ª edição da Festa do Cinema Francês. Hoje no cinema São Jorge fará a antestreia nacional de "A hora do lobo", baseado no romance semi-biográfico do escritor chinês Jiang Rong. A China candidatou-o aos Óscares de 2016.

A Festa do Cinema Francês fará uma retrospectiva do percurso de Annaud, mas também do cineasta Jacques Doillon, outro dos convidados desta edição. Na Cinemateca serão exibidos vários filmes do autor, entre os quais "Ponette" (1996) e "Mes séances de lutte" (2013), a obra mais recente.

Este ano, a Festa do Cinema Francês promete, em Lisboa, a exibição de 60 filmes, grande parte em estreia nacional. Haverá filmes de Julie Delpy, Jéròme Enrico, Cédric Anger e Baya Kasmi, realizadora que estará em Lisboa com a atriz Agnès Jaoui a apresentar "Espera aí que já te atendo!".

Depois de Lisboa, a Festa do Cinema Francês terá programação em mais 17 cidades: Braga, Almada, Portimão, Porto, Aveiro, Évora, Santarém, Coimbra, Leiria, Faro, Viana do Castelo, Setúbal, Beja, Caldas da Rainha, Guimarães, Seixal e São Pedro do Sul.

Toda a programação está disponível em www.festadocinemafrances.com.


Notícias relacionadas

Anne Fontaine: “Para mim o Grão-Ducado é um país imaginário”
Nasceu no Luxemburgo, passou a adolescência em Lisboa e hoje é uma das mais conceituadas realizadoras do cinema francófono. A meio caminho entre os Óscares de Hollywood e as grandes referências do cinema francês, Anne Fontaine sente o Grão-Ducado como um mistério, enquanto Portugal continua a ser um ponto de referência e de visita obrigatória.
Anne Fontaine durante a rodagem de "As Inocentes". Fontaine nasceu no Luxemburgo, viveu parte da infância e adolescência em Lisboa e hoje é uma realizadora conceituada em França.