Escolha as suas informações

Conservador do Museu de Arte Antiga em Lisboa abre ciclo de conferências no Luxemburgo
Cultura 25.03.2015 Do nosso arquivo online
Quinta-feira

Conservador do Museu de Arte Antiga em Lisboa abre ciclo de conferências no Luxemburgo

Anísio Franco vai estar esta quinta-feira no Luxemburgo para abrir um ciclo de conferências sobre a arte portuguesa
Quinta-feira

Conservador do Museu de Arte Antiga em Lisboa abre ciclo de conferências no Luxemburgo

Anísio Franco vai estar esta quinta-feira no Luxemburgo para abrir um ciclo de conferências sobre a arte portuguesa
Foto: Francisco Aragão
Cultura 25.03.2015 Do nosso arquivo online
Quinta-feira

Conservador do Museu de Arte Antiga em Lisboa abre ciclo de conferências no Luxemburgo

O conservador do Museu Nacional de Arte Antiga em Lisboa, Anísio Franco, abre na quinta-feira um ciclo de três conferências organizado pelo Museu Nacional de História e de Arte (MNHA) do Luxemburgo sobre as colecções artísticas portuguesas.

O conservador do Museu Nacional de Arte Antiga em Lisboa, Anísio Franco, abre na quinta-feira um ciclo de três conferências organizado pelo Museu Nacional de História e de Arte (MNHA) do Luxemburgo sobre as colecções artísticas portuguesas.

As conferências, com entrada livre, integram o programa "Obra Convidada", uma iniciativa do museu português que trouxe ao Grão-Ducado a tela o "Casamento místico de Santa Catarina", que vai estar em exposição no MNHA até 17 de Maio.

Dedicado à arte em Portugal, o ciclo de conferências vai trazer três especialistas portugueses ao Luxemburgo.

A abrir o ciclo vai estar Anísio Franco, para uma conferência sobre as colecções de arte antiga em Portugal. É na quinta-feira, dia 26 de Março, às 18h30, no MNHA, no Marché-aux-Poissons, na capital luxemburguesa.

A 16 de Abril, também às 18h30, é a vez de Delfim Sardo, comissário independente, falar sobre arte moderna e contemporânea portuguesa.

O ciclo encerra a 7 de Maio, com António Filipe Pimentel, director do Museu de Arte Antiga em Lisboa.

Além de conservador do museu lisboeta, Anísio Franco comissariou também várias exposições sobre o património português e história da arte. É membro do Centro Nacional de Cultura, uma associação que promove a divulgação do património cultural português. Franco é desde 2004 membro do júri do Prémio Europa Nostra. 

"A arte em Portugal - Radiografia às colecções de arte portuguesas"

  • Conferência I: "As colecções de arte antiga em Portugal", dia 26 de Março, às 18h30 - Anísio Franco, conservador do Museu Nacional de Arte Antiga em Lisboa (MNAA)
  • Conferência II: "Arte moderna e contemporânea portuguesa", dia 16 de Abril, às 18h30 - Delfim Sardo, comissário independente (Lisboa)
  • Conferência III: "O Museu Nacional de Arte Antiga: história e colecções", dia 7 de Maio, às 18h30 - António Filipe Pimentel, director do MNAA (Lisboa)



Notícias relacionadas

Uma exposição com mais de 130 peças de arte, que vão da Idade Média ao séc. XVIII português, na sua maioria provenientes do Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa, é inaugurada esta quinta-feira, 27 de abril, às 18h30, no Museu Nacional de História e de Arte do Luxemburgo, para mostrar como os Descobrimentos Portugueses ligaram o mundo, influenciando a história da arte, da ciência e das ideias.
Entrevista com António Filipe Pimentel, director do Museu Nacional de Arte Antiga
O director do Museu Nacional de Arte Antiga em Lisboa vai estar no Luxemburgo na quinta-feira para falar sobre o museu que dirige, numa conferência organizada pelo Museu de História e Arte do Luxemburgo. Antecipando a palestra, António Filipe Pimentel levanta o véu sobre o futuro do museu lisboeta.
António Filipe Pimentel, director do Museu Nacional de Arte Antiga em Lisboa, vai estar no Luxemburgo na quinta-feira para falar sobre o museu que dirige há cinco anos
O Museu Nacional de História e Arte do Luxemburgo vai ter patente a partir de 29 de Janeiro uma pintura do Museu de Arte Antiga em Lisboa, no âmbito da iniciativa “Obra Convidada”, que vai levar uma tela do museu luxemburguês também a Portugal.
O Museu Nacional de História e Arte do Luxemburgo, na capital, vai acolher uma obra do Museu de Arte antiga, em Lisboa