Escolha as suas informações

Muita música lusófona nos próximos dias no Luxemburgo
Cultura 3 min. 30.09.2022
Guia cultural

Muita música lusófona nos próximos dias no Luxemburgo

A fadista Aldina Duarte atua a 4 de outubro no Luxemburgo.
Guia cultural

Muita música lusófona nos próximos dias no Luxemburgo

A fadista Aldina Duarte atua a 4 de outubro no Luxemburgo.
Foto: DR
Cultura 3 min. 30.09.2022
Guia cultural

Muita música lusófona nos próximos dias no Luxemburgo

Madalena QUEIRÓS
Madalena QUEIRÓS
As nossas propostas culturais para os próximos dias. Com muita música portuguesa.

Sexta-feira (30) às 19h30, no Centro Cultural Camões

Piano Solo de  João Paulo Esteves da Silva 

Começou muito cedo os seus estudos musicais, na Academia de Santa Cecília, começando imediatamente ao piano. Mais tarde, entrou para o Conservatório Nacional, onde em 1984 recebeu o diploma de Curso Avançado de Pianos. Com uma bolsa da Secretaria de Estado da Cultura, muda-se para Paris. Depois, durante três anos, aprofunda os seus estudos no Conservatório de Rueil-Malmaison e obtém sucessivamente as mais altas distinções – Medaille d’Or, Prix Jacques Dupont, Prix d ’Excellence e o Prix Perfectionement. Após o diploma, permanece em Paris durante quatro anos, dando muitos recitais em França e nos EUA, entre os quais os de Nova Iorque.


Este sábado António Zambujo sobe ao palco da Philharmonie no arranque do Festival Atlântico.
António Zambujo. Da voz e do violão
Aos 47 anos, tem lugar certo na música portuguesa. Aos cinco anos, na taberna da vizinhança, estreou-se nas modas alentejanas. Era o Tó Zé, neto da Joaquina, uma "Bailarina" a jogar à bola e um campeão na cantoria. Este sábado, a Philharmonie é de António Zambujo.

Sábado (1 de outubro), às 20h na Philharmonie

Concerto de António Zambujo

A France Inter afirmou uma vez: "A sua vida será mais alegre se ouvir António Zambujo". Haveria melhor razão para vir ouvir o cantor português – seja pela primeira vez ou uma repetição, já este sábado em que o português abre a edição deste ano do Festival Atlântico? Zambujo tem uma versatilidade, seja acompanhado por uma guitarra solitária ou por uma grande orquestra, seja concentrando-se no fado puro ou viajando de Portugal até à bossa nova. A produção musical de Zambujo é marcada por uma sensibilidade única e uma dose saudável de humor. Uma figura central na música lusófona.

Sábado (1 de outubro), na Praça da Libedade em Schifflange, das 11h30 às 22h0

Festa das Culturas 2022

Uma festa para ouvir música de todas as parte do mundo. O espetáculo começa com folclore português e promete um desfile musical com sons da Ucrânia, Montenegro e muitas outras geografias.

Sábado (1 de outubro), a partir das 20h, no Aalt Stadhaus, em Differdange

Relais du Rire 

Na origem deste projeto, organizado em benefício da Fundação Luxemburguesa contra o Cancro, encontramos um homem: Alex Monteiro. Alex é um psicólogo, mas também humorista. Quando a sua mãe descobre que tem cancro, Alex toma consciência do trabalho da Fundação do Cancro. Foi então que decidiu apoiá-la, organizando uma noite 100% dedicada ao humor. Após o sucesso imediato da primeira edição no centro cultural Altrimenti, recorreu ao Aalt Stadhaus para o ajudar a organizar a segunda, terceira e agora a quarta edição do seu Relais du Rire. 

Terça-feira (4 de outubro), às 12h30 na Philharmonie

Concertos ao almoço: Victor Gama & Salomé Matos, "Tectonik: Tombwa"

No Foyer da Philharmonie, uma banda sonora permite descobrir um novo universo musical, e encontrar um tigre-bengala, dinossauros africanos, pássaros do deserto, planetas e estrelas distantes transformados em instrumentos para tocar e fazer música juntos. Cada um destes instrumentos fascinantes conta a história da origem de Victor Gama e convida-o a fazer música com ele. Como soam estes instrumentos especiais? Que música pode ser criada nesta viagem interativa? A entrada é gratuita e sem necessidade de reserva.

Terça-feira (4 de outubro), às 19h30, na Philharmonie

Concerto de Aldina Duarte: "Tudo Recomeça"

Integrada no Festival Atlântico, Aldina canta acompanhada por Paulo Parreira na guitarra portuguesa e Rogério Ferreira na guitarra. Aldina, por vezes chamada "a Bárbara portuguesa", canta fado clássico no sentido mais verdadeiro da palavra: inteiramente natural e  totalmente fundamentado.

(O cartaz completo do Festival Atlântico.)

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Maria João, Rodrigo Leão, Carminho e Legendary Tigerman são alguns dos nomes apresentados para a edição deste ano do Festival Atlântico, na Philharmonie. Na apresentação da temporada, além dom programa habitual de música clássica, jazz e world music, é notório um novo horizonte musical, mais ecléctico e mais abrangente.
La chanteuse portugaise Carminho (Foto: Leo Aversa - Crédito obrigatório).
Mário Laginha abriu-nos o seu mundo e falou da sua relação com o jazz e com a música em geral. O pianista português está de regresso ao Luxemburgo, com o seu Trio e com um convidado especial, Julien Argüelles, dia 14 de outubro, por ocasião do Festival Atlântico, na Philharmonie.
Mário Laginha é um pianista transversal, que assume o seu gosto pela pluralidade musical