Escolha as suas informações

Música de sopro usada no Luxemburgo incluída no Património Cultural Imaterial da Humanidade
Cultura 23.12.2020

Música de sopro usada no Luxemburgo incluída no Património Cultural Imaterial da Humanidade

Hubertusbläser

Música de sopro usada no Luxemburgo incluída no Património Cultural Imaterial da Humanidade

Hubertusbläser
Foto: Guy Wolff
Cultura 23.12.2020

Música de sopro usada no Luxemburgo incluída no Património Cultural Imaterial da Humanidade

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) anunciou mais 32 tradições que se juntam à lista do Património Imaterial da Humanidade.

Entre elas está a arte do sopro da trompa, uma técnica instrumental existente no Luxemburgo, mas também na França, país onde nasceu no século XVIII (18), na Bélgica e em Itália. Esta arte foi incluída na lista Património Cultural Imaterial.

No Luxemburgo, homens e mulheres conhecidos como "Haupeschbléiser" (nome proveniente de Saint-Hubert, patrono dos caçadores) continuam a reunir-se para manter vivo este património.

Segundo um comunicado do Ministério da Cultura e da Comissão luxemburguesa para a cooperação com a Unesco, esta arte consiste em tocar a trompa (sem pistões) por meio de técnicas de respiração muito físicas, de preferência na natureza, onde o seu timbre arcaico pode ressoar livremente.

“O canto também desempenha um papel importante na transmissão desta arte musical. Tocando sem partitura e vestidos com sobrecasaca, os músicos dão as costas ao público para fazê-lo escutar o melhor possível o som do instrumento. 

O convívio, o encontro com tocadores de sinos de outros países, o vínculo com a natureza e a partilha destes valores para além das fronteiras são características essenciais desta tradição viva”, refere o Ministério da Cultura.

Os "Haupeschbléiser" participam ativamente na vida cultural do Grão-Ducado e são membros da Union Grand-Duc Adolphe (UGDA), bem como da Fédération des Trompes du Bénélux (FTB) e da Federação Internacional de Chifres Franceses.

Entre as 32 novas tradições de diferentes países anunciadas pela Unesco, três foram inscritas na lista do Património Imaterial, requerendo medidas urgentes de salvaguarda, e outras 29 na lista de Património Cultural Imaterial, incluindo a tradição de sopro do Luxemburgo.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas