Escolha as suas informações

Morreu Astrid Kirchherr, fotógrafa famosa pelo trabalho com The Beatles
Cultura 16.05.2020

Morreu Astrid Kirchherr, fotógrafa famosa pelo trabalho com The Beatles

Morreu Astrid Kirchherr, fotógrafa famosa pelo trabalho com The Beatles

LUSA
Cultura 16.05.2020

Morreu Astrid Kirchherr, fotógrafa famosa pelo trabalho com The Beatles

Lusa
Lusa
A fotógrafa alemã que tem no portfólio algumas das imagens mais icónicas da banda inglesa morreu pouco antes de completar 82 anos.

"Obrigado Astrid Kirchherr, amiga inteligente, inspiradora, inovadora, desafiadora, artística, desperta, consciente, bela, inteligente e amável para muitas pessoas. 

O presente que ela deu aos The Beatles foi imensurável. Morreu em Hamburgo [Alemanha], na quarta-feira, poucos dias antes de fazer 82", escreveu na rede social Twitter o historiador britânico Mark Lewisohn, autor de "The Complete Beatles Recording Sessions" e "The Beatles: All These Years".

Kirchherr encontrou pela primeira vez o grupo de músicos de Liverpool no início da década de 1960, no clube Kaiserkeller, em Hamburgo.

"A minha vida inteira mudou em poucos minutos. Tudo o que queria era estar com eles e conhecê-los", disse Kirchherr, uns anos mais tarde, ao biógrafo dos The Beatles Bob Spitz.

Na altura, The Beatles eram compostos por John Lennon, Paul McCartney, George Harrison, Stuart Sutcliffe e Pete Best, e atuavam regularmente em diferentes clubes da cidade alemã, com a qual mantiveram proximidade durante quase dois anos, entre 1960 e 1962.

Na biografia da banda, estes anos determinam o seu estilo, ampliam a sua reputação, aumentam a sua popularidade e tornam inevitável a sua primeira gravação em disco e o encontro com o produtor Brian Epstein.

O baixista Stuart Sutcliffe abandonaria a banda, em 1961, para se dedicar em exclusivo à pintura, e o baterista Peter Best seria afastado, após a chegada de Epstein, em 1962, dando lugar a Ringo Starr.

Testemunhos da época dão conta da relação de Astrid Kirchherr com Stuart Sutcliffe, que viria a morrer em 1962, em Hamburgo, com uma hemorragia cerebral, provocada por um aneurisma.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas