Escolha as suas informações

Milhares pedem boicote da Netflix por causa do filme francês "Mignonnes"
Cultura 11.09.2020

Milhares pedem boicote da Netflix por causa do filme francês "Mignonnes"

Milhares pedem boicote da Netflix por causa do filme francês "Mignonnes"

Foto:DR
Cultura 11.09.2020

Milhares pedem boicote da Netflix por causa do filme francês "Mignonnes"

Lusa
Lusa
Opositores usaram as redes com o hashtag #CancelNetflix, alegando que o filme sexualiza as crianças e promove "a pornografia infantil".

Milhares de pessoas apelaram na quinta-feira, através das redes sociais, ao boicote à Netflix, acusando a plataforma de distribuir o filme francês "Mignonnes", que, segundo os críticos, sexualiza as crianças.

O filme, que ganhou um prémio para melhor realizador no prestigioso Festival de Cinema de Sundance, conta a história de Amy, uma rapariga parisiense de 11 anos que tem de fazer equilíbrios entre as regras rigorosas da sua família senegalesa e a 'tirania' da aparência e das redes sociais.

A jovem juntou-se a um grupo de dança formado por três outras raparigas do seu bairro, cujas coreografias são por vezes sugestivas, como as de muitas estrelas pop atuais.

Mais de 200.000 ‘tweets’ utilizaram a palavra-chave #CancelNetflix (cancele a Netflix) na quinta-feira, tornando-a, durante algum tempo, na primeira "hashtag" global no Twitter.

Uma primeira vaga de críticas em agosto levou a Netflix a retirar o poster e a fotografia utilizada para promover o filme, que foi lançado nas salas de cinema em França em meados de agosto, antes de estrear nos Estados Unidos na quarta-feira, com o título "Cuties". A plataforma também tinha pedido desculpa por utilizar um poster "inadequado”.

Os ataques na quinta-feira vieram de todos os tipos de utilizadores da Internet, inclusive da esquerda, mas o assunto reuniu muitos conservadores norte-americanos, incluindo membros do Partido Republicano, alguns dos quais candidatos ao Congresso.

"A pornografia infantil é ilegal nos Estados Unidos", disse DeAnna Lorraine, candidata republicana na Califórnia a um lugar na Câmara dos Representantes.

"Como mãe de uma filha de oito anos, apoio fortemente o #CancelNetflix", acrescentou Beatrice Cardenas, também uma republicana da Califórnia.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.