Escolha as suas informações

LuxFilmFest 2021. O cinema está de volta ao Luxemburgo
Cultura 5 2 min. 04.03.2021

LuxFilmFest 2021. O cinema está de volta ao Luxemburgo

"Bad Luck Banging or Loony Porn"

LuxFilmFest 2021. O cinema está de volta ao Luxemburgo

"Bad Luck Banging or Loony Porn"
Divulgação
Cultura 5 2 min. 04.03.2021

LuxFilmFest 2021. O cinema está de volta ao Luxemburgo

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
O maior festival de cinema do Grão-Ducado arranca esta quinta-feira, 4, e vai até dia 14. Numa edição dividida entre as salas de cinema e a internet, há produções para todos os gostos e Portugal também está representado.

Ir ao cinema com regularidade parece rotina de outra vida, mas, com os cinemas abertos e a vontade de reanimar um dos setores que abalaram a sério com a crise pandémica, o Festival de Cinema da Cidade de Luxemburgo segue firme na sua aposta anual. São 10 dias, a partir desta quinta-feira, com filmes para todos os gostos. 

Como dizia ao Wort o diretor artístico do LuxFilmFest, Alexis Juncosa, a ambição este ano é que "o público perceba que podemos voltar ao cinema, é seguro, e que nos possamos divertir lá. Este festival deve ser o recomeço da prática cinematográfica".

A edição do ano passado, a décima, foi marcada pelo cancelamento abrupto de toda a programação do certame, a 12 de março, quando a pandemia começava a tomar conta do país, que entrou em estado de emergência dias depois, a 17. Este ano, para salvaguardar a segurança a 11ª edição é híbrida. Isto é, os filmes são exibidos nos cinemas, mas também online. Os bilhetes devem ser comprados antecipadamente para os dois formatos, sendo que as sessões no local estão limitadas a 100 pessoas. A plataforma de streaming para o visionamento online dos filmes só funciona apenas no Luxemburgo. Toda a informação está no site oficial do festival. Vamos ao importante: os filmes. 

Seleção de filmes com Portugal representado

Com uma pré-seleção de 500 produções, a organização do festival luxemburguês escolheu "os filmes de que gostamos", segundo Juncosa, numa lista que vai da ficção ao documentário. Há ainda uma secção especial dedicada ao Luxemburgo, a "Made in Lux". O evento inclui ainda uma retrospetiva de carreira do realizador Terry Gilliam, com a exibição de alguns notáveis como "Brasil", "12 Monkeys" e "Fear and Loathing in Las Vegas".

O festival arranca com o exibição de "Nomadland", uma produçao norte-americana protagonizada por Frances McDormand, uma mulher que deixa tudo para trás e parte numa viagem solitário pelos Estados Unidos, em busca de um sentido para a sua vida. 

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.

"Ar Condicionado". É a primeira vez que um filme angolano consta da lista do LuxFilmFest. A produção de Mário Bastos, uma obra de ficção curiosa em que sistemas de ar condicionado começam a cair misteriosamente em Luanda numa altura de muito calor. 

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.

Na lista de documentários, o cineasta sírio Qutaiba Barhamji volta à programação depois de "Still Recording", em 2019, com "Gevar's Land", o retrato e uma família de refugiados sírios que trabalham num jardim associativo em Reims, França. 

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.

A produção portuguesa está também representada com o filme "Metamorfose dos Pássaros", de Catarina Vasconcelos, uma viagem pela memória dos seus ancestrais, com forte influência do cinema de Manoel de Oliveira. 

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.

Entre as produções apresentadas na secção "Made in Lux", destaque para "Bad Luck Banging or Loony Porn" do romeno Radu Jude, uma coprodução da Paul Thiltges Distributions, que também está na competição oficial da Berlinale 2021. Um filme pouco convencional que acompanha o desaire de um professor que vê um filme de sexo seu ser divulgado na internet. 

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Sara Sampaio no Grão-Ducado?
Vamos poder ver a top model, sem asas, no filme "Carga" que passa no Festival de Cinema Português no Luxemburgo. Um acontecimento com outras descobertas, como a "Peregrinação" de João Botelho.
Luxembourg City Film Festival: Entre aborrecimento e poder
Por favor não entendam mal este título: o Luxembourg City Film Festival – LuxFilmFest para os amigos – não é uma experiência aborrecida. O aborrecimento não é a característica que define os filmes do festival, mas é uma das maleitas de que sofrem muitas das personagens das obras que estão em competição.
“Sweet Country”, do australiano Warwick Thornton, é um dos filmes em competição no LuxFilmFest.
Lux Film Fest: O cinema chegou à cidade
O Luxembourg City Film Festival – conhecido também pelo seu diminutivo Lux Film Fest – começa oficialmente esta quinta-feira, 2 de março, e encerra no dia 12 com a entrega dos prémios ao filmes em competição.
Um dos filmes portugueses presentes no Festival de Cinema da Cidade do
Luxemburgo é “Porto”, do realizador Gabe Klinger.