Escolha as suas informações

Luxemburgo celebra Beethoven com música e dança
Cultura 4 min. 04.06.2021

Luxemburgo celebra Beethoven com música e dança

Luxemburgo celebra Beethoven com música e dança

Cultura 4 min. 04.06.2021

Luxemburgo celebra Beethoven com música e dança

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
As nove sinfonias do compositor serão tocadas em vários países, este domingo, numa iniciativa do canal ARTE. A Cidade do Luxemburgo acolhe a Sinfonia Nº. 4, numa interpretação da Orquestra Filarmónica do Luxemburgo e coreografia de Sylvia Camarda.

São nove sinfonias, nove orquestras e nove cidades europeias que se vão juntar num programa único para comemorar o 250º. aniversário de Ludwig van Beethoven.

No próximo domingo, 6 de junho, o canal cultural de televisão, ARTE, emite, entre as 12h45 e 22h30, as nove sinfonias monumentais do compositor alemão, através de uma série de concertos, interpretados por algumas das mais importantes orquestras do velho continente, ao vivo e em direto de nove cidades europeias. As obras serão transmitidas pela sua ordem de criação - sete delas a serem transmitidas em direto -, a partir de nove locais emblemáticos, como Bona, a cidade natal do compositor, na Alemanha, e que marca o arranque desta maratona musical, com a execução da Sinfonia Nº.1. As margens do Lago Lugano, na Suíça, a Praça da Cidade Velha em Praga, na República Checa, ou o antigo teatro de Delfos, na Grécia, são outros dos pontos simbólicos, por onde vai passar a música de Beethoven ao longo da tarde e noite de domingo, e a que se juntam as cidades de Dublin, Helsínquia, Estrasburgo e Luxemburgo.

Caberá à capital do Grão-Ducado a interpretação da Sinfonia Nº.4, a cargo da Orquestra Filarmónica do Luxemburgo, sob a condução do maestro Gustavo Gimeno. O concerto será transmitido, às 16h, em direto, a partir do Grande Auditório da Philharmonie, numa emissão ZDF/ARTE.

A apresentação da Quarta Sinfonia de Beethoven, no Luxemburgo, tem a particularidade de ser acompanhada por uma performance de dança, que a coreógrafa Sylvia Camarda desenvolveu com um grupo de jovens refugiados. Este coletivo de bailarinos, do Liceu Técnico de Kirchberg, criado no âmbito do projeto 'CreativityLab' da Fundação EME, irá executar a música do compositor com um movimento coreográfico no exterior da Philharmonie. Juntamente com Sylvia Camarda, os jovens iniciarão uma viagem a partir do pátio da entrada do edifício, que se estenderá ao longo do MUDAM, pelo forte e pelo museu Dräi Eechelen, até ao parque, oferecendo uma visão panorâmica da cidade. A ideia é que ao som da música de Beethoven e da performance de dança da coreógrafa luxemburguesa seja também apresentada uma rota feita de história e cultura.

A Sinfonia Nº. 4 de Beethoven será interpretada pela Orquestra Filarmónica do Luxemburgo, acompanhada por uma coreografia de Sylvia Camarda com um grupo de jovens refugiados.
A Sinfonia Nº. 4 de Beethoven será interpretada pela Orquestra Filarmónica do Luxemburgo, acompanhada por uma coreografia de Sylvia Camarda com um grupo de jovens refugiados.

 Em cada etapa da emissão será, de resto, mostrado aos espectadores um vislumbre histórico e patrimonial dos locais escolhidos para acolher cada uma das nove sinfonias. Assim, antes das transmissões em direto será exibido um pequeno spot de vídeo de dois minutos, designado de "cartão postal", que apresentará esses locais.

A apresentação do Luxemburgo tem produção executiva da Manufactura Pictures e representou um "enorme desafio artístico, técnico e logístico", que resultou de uma grande colaboração europeia entre o Grão-Ducado e a França, Alemanha e Países Baixos, refere o comunicado de imprensa sobre o evento e a respetiva participação luxemburguesa.

As outras sinfonias

Além do concerto-performance de dança luxemburguês, que irá, dessa forma, dar vida à Sinfonia Nº.4 de Beethoven, há mais oito concertos para ver. O primeiro começa às 13h, em Bona, cidade onde nasceu o compositor alemão, e será a interpretação da Sinfonia Nº.1, pela Orquestra de Câmara de Mahler, conduzida por Daniel Harding. Seguir-se-á a Sinfonia Nº.2, pela Orquestra Sinfónica Nacional da Rádio-Televisão Irlandesa, no National Concert Hall, a partir das 14h. Cerca de uma hora depois, e antes do Luxemburgo, será a vez de a Orquestra Sinfónica da Rádio Finlandesa Sinfonia Nº.3 na igreja de Temppeliaukio.

Após a apresentação luxemburguesa, na Philharmonie, pelas 16h, será a vez de se ouvir a Sinfonia Nº.5, pela Orquestra Sinfónica Nacional Checa, na Praça da Cidade Velha, em Praga, às 17h, a Sinfonia Nº.6, pela Orquestra de Câmara Suíça Barocchisti, nas margens do Lago Lugano, às 18h, a Sinfonia Nº. 7, pelo Ensemble Musicaeterna, acompanhado com dança da coreógrafa Sasha Waltz, em frente ao antigo teatro grego de Delfos, pelas 19h, e a Sinfonia Nº.8, pela Orquestra Filarmónica de Estrasburgo, às 20h15.

Para encerrar o dia, a Sinfonia nº.9, ou Nona Sinfonia, será tocada e ouvida a partir de Viena, onde Beethoven compôs todas as sinfonias e viveu durante mais de 35 anos, até à sua morte. O concerto estará a cargo da Orquestra Sinfónica da capital austríaca, conduzida pela maestrina americana Karina Canellakis, e será transmitido em direto do Palácio Belvedere.

Há um ano, o grande dia de Beethoven que estava previsto estrear no canal ARTE, a propósito do 250º aniversário do nascimento do compositor, acabou por ter de ser cancelado devido à pandemia, mas em 2021, a estação cultural europeia reavivou o projeto e criou um espetáculo especialmente dedicado ao músico alemão, alterando, para isso, toda sua programação de domingo. Um dia que a organização do programa espera ser um sinal de esperança para o mundo da cultura europeia, que começa a dar os primeiros passos para contornar as restrições impostas pela crise sanitária e voltar a receber o público. Quem não tiver oportunidade de assistir em direto aos concertos, poderá fazê-lo mais tarde, em arte.tv.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Orquestra Filarmónica ao vivo
Pela primeira vez, a Orquestra Filarmónica do Luxemburgo irá tocar a música de Harry Potter e a Pedra Filosofal ao vivo durante o filme na Rockhal.