Escolha as suas informações

Kirchberg: Cristina Branco e Mário Laginha hoje em concerto de homenagem a Portugal na Philharmonie
Cultura 2 min. 08.05.2015

Kirchberg: Cristina Branco e Mário Laginha hoje em concerto de homenagem a Portugal na Philharmonie

Kirchberg: Cristina Branco e Mário Laginha hoje em concerto de homenagem a Portugal na Philharmonie

Cultura 2 min. 08.05.2015

Kirchberg: Cristina Branco e Mário Laginha hoje em concerto de homenagem a Portugal na Philharmonie

A fadista Cristina Branco actua esta noite na Philharmonie do Luxemburgo para um concerto dedicado a Portugal, durante o qual vai interpretar uma obra inédita de Mário Laginha, encomendada ao pianista de jazz português pela Orquestra Filarmónica do Grão-Ducado.

A fadista Cristina Branco actua esta noite na Philharmonie do Luxemburgo para um concerto dedicado a Portugal, durante o qual vai interpretar uma obra inédita de Mário Laginha, encomendada ao pianista de jazz português pela Orquestra Filarmónica do Grão-Ducado.

O programa do concerto, integrado numa série dedicada à música de um país escolhido pela Philharmonie do Luxemburgo, inclui canções populares, música contemporânea, jazz e fado, além de obras do compositor português Emmanuel Nunes, falecido em 2012, e ainda as “Folk Songs” do compositor italiano Luciano Beri.

A fadista vai ser acompanhada pela Orquestra Filarmónica do Luxemburgo, com direcção do maestro alemão Peter Rundel, diretor artístico do Remix Ensemble Casa da Música do Porto desde 2005, e por Mário Laginha ao piano e Miguel Amaral na guitarra portuguesa.

O concerto dedicado a Portugal é o quarto numa série sobre vários países, depois de Espanha, Luxemburgo e China, confirmando a importância que a Philharmonie atribui ao público português no Grão-Ducado, disse ao CONTACTO o responsável de comunicação da emblemática sala de espectáculos, projectada pelo arquitecto francês Christian de Portzamparc.

 “Temos sempre uma atenção particular aos vários públicos no Luxemburgo, e a comunidade portuguesa é muito importante para nós”, disse François Kremer.

“Temos muitos espectadores portugueses, que regressam com frequência, e todos os anos incluímos grandes artistas portugueses na nossa programação”, acrescentou o responsável, sublinhando que o concerto dedicado a Portugal “é uma ocasião para mostrar a cultura musical" do país.

Além do concerto com Cristina Branco e Mário Laginha, a música vai continuar depois em ambiente informal nos corredores da Philharmonie, com o grupo de jazz luso-luxemburguês INUK Trio, formado pela cantora portuguesa Luísa Vieira, o contrabaixista luxemburguês Marc Demuth e o pianista Georges Cotellier.

Esta noite, a Philharmonie vai servir ainda pratos típicos da gastronomia portuguesa, com uma ementa que inclui caldo verde, salada de polvo, bacalhau e pastéis de nata.

O concerto dedicado a Portugal vai ser gravado pela rádio nacional luxemburguesa 100,7 e retransmitido a 27 de Maio.

Cristina Branco e Mário Laginha estão no Grão-Ducado desde terça-feira, tendo participado nesse dia numa recepção em sua honra na residência do embaixador de Portugal no Luxemburgo, Carlos Pereira Marques.

O concerto começa às 19h. Bilhetes: 20, 30 e 40 euros. Reservas, tel. 26 32 26 32 (ou em www.philharmonie.lu).

P.T.A.


Notícias relacionadas

Sexta-feira, em Ettelbruck: Músicos de Portugal e do Luxemburgo recriam "Grândola"
Um grupo de músicos de Portugal e do Luxemburgo está a assinalar o 25 de Abril com concertos nos dois países, num tributo aos "cantautores" da Revolução dos Cravos que inclui também grandes nomes do fado e do jazz. Na sexta-feira, o grupo actua no Centre des Arts Pluriels (CAPE), em Ettelbruck, depois de ter estado em Tondela e na Guarda.
Francisco Sassetti: Um português na Philharmonie do Luxemburgo
Estudou música e aprendeu a tocar um instrumento, mas não é músico, apesar de a música correr nas veias de toda a família. É musicólogo, e já esteve na programação do Centro Cultural de Belém, em Lisboa, e na Orquestra de Jovens de Viena. Agora, aos 32 anos, Francisco Sassetti regressa ao Luxemburgo para assumir a programação do Jazz e Música do Mundo na Philharmonie.