Escolha as suas informações

Grão-duque herdeiro visitou exposição sobre trisavó portuguesa
O príncipe Guillaume e a mulher, Stéphanie de Lannoy, tiveram direito a uma visita privada à exposição dedicada a Maria Ana de Bragança, trisavó do futuro herdeiro da coroa

Grão-duque herdeiro visitou exposição sobre trisavó portuguesa

Fotos: Caroline Martin
O príncipe Guillaume e a mulher, Stéphanie de Lannoy, tiveram direito a uma visita privada à exposição dedicada a Maria Ana de Bragança, trisavó do futuro herdeiro da coroa
Cultura 12 10.07.2018

Grão-duque herdeiro visitou exposição sobre trisavó portuguesa

O grão-duque herdeiro visitou a exposição “De Portugal ao Luxemburgo”, dedicada ao casamento da infanta portuguesa Maria Ana de Bragança, sua trisavó, com Guillaume de Nassau, em 1893.

Guillaume e a mulher, Stéphanie de Lannoy, tiveram direito a uma visita privada um dia antes da abertura ao público, esta segunda-feira. À espera, tinham o secretário de Estado da Cultura do Luxemburgo, Guy Arendt, e os embaixadores dos dois países, Carlos Pereira Marques e Jean-Jacques Welfring.

Antes de visitarem a exposição, os príncipes ouviram a marcha nupcial composta para o casamento da filha de D. Miguel de Portugal com o futuro Guillaume IV, gravada pela orquestra de música militar da Casa Grã-Ducal.

A mostra assinala o 125° aniversário da boda, destacando o papel de Maria Ana de Bragança, regente do Luxemburgo entre 1908 e 1912, na História do país. “ Foi a primeira mulher a assumir um papel político no nosso país”, apontou o secretário de Estado da Cultura.

Para Guy Arendt, “a chegada de uma princesa portuguesa aproximou” Portugal e o Luxemburgo, considerando que a exposição “é também uma forma de homenagear os numerosos portugueses” que vivem no país. A ver até 23 de setembro, no Museu Nacional de História e Arte (MNHA), no Marché-aux-Poissons. A entrada é gratuita.



Notícias relacionadas

Portugal e Luxemburgo querem reforçar relações culturais
O secretário de Estado da Cultura de Portugal, Jorge Barreto Xavier, está desde ontem no Luxemburgo, a convite da ministra de Cultura do Grão-Ducado, Maggy Nagel. Barreto Xavier veio participar numa conferência sobre a importância da cultura nas relações externas da UE. A conferência decorre quinta e sexta-feira no Centro Cultural Trifolion, em Echternach.
Exposição: Luxemburgo e Portugal "trocam" obras de arte
O Museu Nacional de História e Arte do Luxemburgo vai ter patente a partir de 29 de Janeiro uma pintura do Museu de Arte Antiga em Lisboa, no âmbito da iniciativa “Obra Convidada”, que vai levar uma tela do museu luxemburguês também a Portugal.
O Museu Nacional de História e Arte do Luxemburgo, na capital, vai acolher uma obra do Museu de Arte antiga, em Lisboa