Escolha as suas informações

Filme "Variações" foi o mais visto no fim de semana de estreia em Portugal
Cultura 26.08.2019

Filme "Variações" foi o mais visto no fim de semana de estreia em Portugal

Filme "Variações" foi o mais visto no fim de semana de estreia em Portugal

Foto: Lusa
Cultura 26.08.2019

Filme "Variações" foi o mais visto no fim de semana de estreia em Portugal

A longa-metragem sobre o músico António Variações, protagonizada por Sérgio Praia, liderou as exibições em sala entre o dia da estreia, quinta-feira, e domingo passado, com 49.005 espectadores e 271 mil euros de receita bruta de bilheteira.

O filme "Variações", do realizador português João Maia, foi o mais visto no fim de semana de estreia, com cerca de 49 mil espectadores, segundo dados do Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA).

Em segundo lugar, também em fim de semana de estreia, com 48.530 espectadores, figura "Assalto ao poder", de Ric Roman Waugh, e "Era uma vez em Hollywood", de Quentin Tarantino, que na segunda semana de exibição obteve 24.024 espectadores.

"Variações" é inspirado na vida do barbeiro minhoto António Joaquim Rodrigues Ribeiro, que desejou viver da música e que em Lisboa se transformou em António Variações, marcando a música portuguesa a partir dos anos 1980.

Sérgio Praia que, além da interpretação física do músico, também canta todas as canções, recriando as sessões de composição e gravação embrionária dos temas em várias cassetes - sozinho em casa com um gravador e uma caixa de ritmos - até à primeira atuação de Variações, na discoteca Trumps, em Lisboa, em 1981.

O filme foca-se sobretudo na transformação de António Ribeiro em António Variações, num período de vida entre 1977 e 1981.

Além de Sérgio Praia, o elenco inclui, entre outros, Filipe Duarte, Victoria Guerra, Augusto Madeira, Filipe Albuquerque, Lúcia Moniz, Afonso Lagarto, Maria José Paschoal, José Raposo e Dinarte Freitas.

Arrojado e irreverente, influenciado pelo fado, pela música popular e pelo pop rock, António Variações morreu aos 39 anos, a 13 de junho de 1984. Deixou apenas dois álbuns editados pouco antes de morrer: "Anjo da guarda" (1983) e "Dar e receber" (1984).

Segundo o ICA, dos 27 filmes portugueses ou com coprodução portuguesa que se estrearam este ano em sala, "Variações" foi o primeiro a liderar o 'ranking' de fim de semana.

Em anos anteriores, outros filmes portugueses também lideraram no mesmo período de referência, como "7 Pecados Rurais", de Nicolau Breyner (com 78.659 espectadores em 2013) e "Balas & Bolinhos - O último capítulo", de Luís Ismael (80.973 espectadores em 2012). 

Lusa

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Abri'Lux. Uma homenagem luso-luxemburguesa à Revolução dos Cravos
Há músicos portugueses, luxemburgueses e um norte-americano, vindos da área do jazz e da clássica, no projeto Abri’Lux, que presta homenagem à Revolução portuguesa e aos seus cantautores. Sob a liderança de Marc Demuth, apresentam-se esta quinta-feira na Philharmonie e explicam como foi a experiência de descobrir o que consideram “autênticas joias” de música e palavras que vão de Zeca Afonso a Sérgio Godinho.
Rodrigo Leão traz novo projeto ao Luxemburgo
Rodrigo Leão, com uma carreira que ficará na história da música portuguesa, vem ao Luxemburgo com Scott Matthew para apresentar um disco a quatro mãos, “Life is Long”. O concerto é já no próximo domingo, dia 8 de outubro, e faz parte do Festival Atlântico, que arranca esta semana na Philharmonie.
Rodrigo Leão e Scott Matthew trazem ao Luxemburgo “Life is Long”, um disco com letras do australiano e músicas do português. Foto: Rita Carmo RodrigoLeão traz novo projeto ao Luxemburgo
Quinzena de Cinema Português no Luxemburgo: Como manter excelentes relações com a família
Todos sabemos que quando vamos “lá abaixo” não temos tempo para filmes. Já todos passámos à porta de um multiplex num centro comercial e pensámos: “Amanhã vou ver este filme português”. E todos nós acabamos por preferir ir apanhar sol numa esplanada ou decidimos aceitar o convite da tia Maria José para jantar, ela que já nos anda a dizer para ir lá a casa há três Verões...
Quando a francesa Fanny Ardant dirige uma paleta de grandes actores europeus, o resultado chama-se “Cadências Obstinadas”
Concerto no Luxemburgo : Miguel Araújo na Philharmonie
O nome de Miguel Araújo se calhar não lhe diz muito, mas se lhe dissermos que é ele que canta aquela música que diz que “os maridos das outras são...”, com certeza que até já está a trautear a música que chegou aos tops portugueses em 2012. Miguel Araújo é autor e compositor e vai actuar no próximo dia 1 de Outubro na Philharmonie, na cidade do Luxemburgo. Há quem diga que é dos melhores da actualidade.
É a primeira vez que Miguel Araújo vem ao Luxemburgo