Escolha as suas informações

Festival e-Lake em solidariedade com as vítimas das cheias
Cultura 2 min. 03.08.2021
Echternach

Festival e-Lake em solidariedade com as vítimas das cheias

Echternach

Festival e-Lake em solidariedade com as vítimas das cheias

E-lake 2016, Echternach, Julie Gatto
Cultura 2 min. 03.08.2021
Echternach

Festival e-Lake em solidariedade com as vítimas das cheias

Marie DEDEBAN
Marie DEDEBAN
Após duas noites musicais com lotação esgotada, os organizadores decidiram juntar aos concertos um dia solidário: as receitas do domingo serão inteiramente doadas às vítimas das inundações em Echternach.

Para marcar o regresso do e-Lake a Echternach, após um ano de ausência devido à pandemia da covid-19, o festival decidiu este ano organizar uma campanha solidária. Assim, Os lucros gerados pelos espetáculos no próximo domingo, 8 de agosto, serão doados às vítimas das cheias em Echternach, segundo um comunicado da organização enviado esta terça-feira.

Esta será uma forma de ajudar "pelo menos financeiramente" aqueles que perderam as suas casas e "sofreram enormes prejuízos materiais", afirmou a associação responsável pelo festival. "Os danos nesta cidade, que sempre nos acolheu, afetaram-nos profundamente", acrescenta Jempi Hoffmann, diretor de comunicação. 

Depois de ajudar na limpeza das ruas, os organizadores quiseram "envolver-se mais", angariando fundos. Os grupos luxemburgueses que atuam no festival como Hunng-Strëpp, Fred Barreto Group, Drop an Dowidder, Steven Pitman und dr gonZo e Steve R.I.O.T. já mostraram o apoio à causa solidária. 

Uma vez que o acesso ao Cour de l'Abbaye, onde serão realizados os concertos, é gratuito, apenas a venda de bebidas, alimentos e snacks reverterá a favor das famílias e empresas locais afetadas. 


Gelados. Quando o "pecado" está mesmo ao lado do Luxemburgo
Não é preciso muito para ter acesso a este doce tão típico do verão, como das estações mais frias. O Grão-Ducado está rodeado pelos maiores produtores de gelados da União Europeia, que, em 2020, produziram mais de mil milhões de litros de gelado.

Já a reserva dos bilhetes para o certame continua obrigatória, estando os concertos limitados a 500 pessoas, à semelhança das outras duas noites do que se realizam a 6 e 7 de agosto.

O CovidCheck será obrigatári: teste negativo, vacinação completa ou comprovativo de cura de infeção por covid-19. Este edição será "especial", reconhece a organização do festival que todos os anos acolhe cerca de 25.000 pessoas ao longo dos três dias.

A música eletrónica é o principal destaque com atuações de Francis of Delirium, DJ Nosi ou Iceleak. E se as duas primeiras noites já estiverem esgotadas, ainda há lugares disponíveis para o próximo domingo.

(Artigo original publicado na edição francesa do Luxemburger Wort.)



Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.