Escolha as suas informações

Exposição dos 20 anos de carreira do pintor Nelson Neves adiada para 2021
Cultura 5 14.04.2020

Exposição dos 20 anos de carreira do pintor Nelson Neves adiada para 2021

Exposição dos 20 anos de carreira do pintor Nelson Neves adiada para 2021

Foto: NN
Cultura 5 14.04.2020

Exposição dos 20 anos de carreira do pintor Nelson Neves adiada para 2021

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
Nelson Neves vai expor entre 70 a 80 quadros, incluindo novos trabalhos. Em 2021 ou 2022 quer levar a mesma exposição a Cabo Verde.

A exposição retrospetiva dos 20 anos de carreira do artista plástico Nelson Neves foi adiada para 2021.

A mostra “Retrospetiva Nelson Neves 2000-2020” estava prevista para o próximo mês de junho, na galeria “Espace H2O”, em Differdange, mas devido à pandemia de covid-19 vai ter lugar próximo ano.

A confirmação foi feita à Rádio Latina pelo pintor de origem cabo-verdiana, acrescentando que a exposição vai ser inaugurada no mês de junho de 2021, na mesma galeria de arte.

Ao todo, Nelson Neves deverá expor “entre 70 a 80 quadros, de várias dimensões”, com cores vivas, que revelam a sua origem (nasceu Cabo Verde), mas também novos trabalhos que estão a ser preparados, com leituras sociais e políticas.

“Esses novos trabalhos denunciam questões que não me agradam na sociedade: guerra, racismo, mas também populismo e extrema-direita. Parece que hoje em dia estas questões já não chocam ninguém, quando há uns anos, se um Chefe de Estado ou um deputado dissesse certas coisas, as pessoas ficavam chocadas, e é isso que me preocupa”, desabafa Nelson Neves.

E é por isso que continua a pintar, para quebrar muros e construir pontes. “A pintura, e a arte em geral, serve para juntar pessoas de diferentes culturas, para construir pontes. Já temos gente suficiente a construir muros, que só servem para separar”.

Nos últimos anos, Nelson Neves tem exposto os seus quadros figurativos e abstratos em diversas exposições coletivas e individuais no Luxemburgo, em França e Cabo Verde.

Mas tem sido também convidado para dar aulas de pintura em escolas. “Não sou professor de arte, mas estes convites para ensinar a pintura acabam por ser também um reconhecimento do meu trabalho”.

Para a exposição dos 20 anos de carreira vão ser convidados os ministros da Cultura do Luxemburgo, Sam Tanson, e de Cabo Verde, Abraão Vicente, e ainda o autarca de Ribeira Grande, concelho onde nasceu, na ilha de Santo Antão.

Em 2021 ou 2022 Nelson Neves quer levar a mesma exposição a Cabo Verde.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Nelson Neves expõe em Kehlen
O artista plástico de origem cabo-verdiana Nelson Neves integra uma exposição coletiva que vai estar espalhada por vários locais em Kehlen, no domingo, a 21 de maio.