Escolha as suas informações

“Eldorado”: Documentário sobre portugueses do Luxemburgo em exibição nos cinemas

“Eldorado”: Documentário sobre portugueses do Luxemburgo em exibição nos cinemas

Cultura 16.03.2016

“Eldorado”: Documentário sobre portugueses do Luxemburgo em exibição nos cinemas

O filme “Eldorado”, o primeiro documentário sobre a imigração portuguesa no Luxemburgo, estreia esta quarta-feira nos cinemas. O filme já foi exibido em ante-estreia no final de Fevereiro, mas para um público reservado, hoje estreia para o grande público.

O filme “Eldorado”, o primeiro documentário sobre a imigração portuguesa no Luxemburgo, estreia esta quarta-feira nos cinemas. O filme já foi exibido em ante-estreia no final de Fevereiro, mas para um público reservado, hoje estreia para o grande público.

Durante três anos, o realizador português Rui Eduardo Abreu e os luxemburgueses Thierry Besselinge Loïc Tanson filmaram o dia-a-dia de quatros imigrantes portugueses: Filmado no Luxemburgo e em Portugal, na serra da Lousada e na costa de Viana do Castelo, o documentário produzido pela Samsa Film levou sete anos a ser concluído.

“Eldorado” fez parte da selecção oficial do Luxembourg Film Festival, no final de Fevereiro, e foi seleccionado também para a competição oficial do Taiwan International Documentary Festival.

Onde pode ver o filme?

O filme, falado em português e luxemburguês e com legendas em francês e inglês, está em exibição no em Dudelange, Belval, Kirchberg e Echternach.

No Ciné Starlight em Dudelange, a película pode ser vista na sexta (15h) e no domingo (18h30). No Utopolis, em Belval: quarta e segunda-feira às 14h, 17h e 20h30; quinta e terça às 17h e 20h30;

sexta e sábado às 17h e 19h30; domingo, às 16h e 19h30. No Utopolis, em Kirchberg: quarta e segunda, às 12h, 14h, 16h30 e 19h30; quinta, sexta e terça às 12h, 16h30 e 19h30; sábado e domingo às 16h30 e 19h30.

No Ciné Sura, em Echternach: sexta-feira, às 18h, e segunda, às 20h15.

CONTACTO oferece 5 bilhetes duplos para sessão especial

O CONTACTO oferece um bilhete duplo a cinco leitores para ir ver “Eldorado”, na projecção especial, na presença dos realizadores, domingo, 20 de Março, no Utopolis, em Belval (16h). Para parricipar, basta enviar um email com uma frase original sobre o filme para: contacto@contacto.lu.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Eldorado: Espelho meu
Imagine que é presidente dos EUA e que de repente descobre a série televisiva “House of Cards”. Ou então – um exemplo mais realista -, imagine que é assassino em série e dá de caras com as aventuras de Dexter. Mais fácil ainda: imagine que é imigrante português no Luxemburgo e vai ver o documentário “Eldorado”.
Nenhum português do Luxemburgo vai ficar indiferente a “Eldorado”
"Eldorado" em ante-estreia hoje no Utopolis
"Eldorado", o documentário sobre a imigração portuguesa no Luxemburgo, vai ser exibido hoje em ante-estreia pública no cinema Utopolis. Uma sessão a que se segue uma mesa-redonda sobre a imigração portuguesa organizada pela Associação de Apoio aos Trabalhadores Imigrantes (ASTI), que vai contar com o filósofo Cristovão Marinheiro e o embaixador de Portugal.
Fernando dans sa chambre de fortune.
EDITORIAL: Mudar de vida
Há um momento no documentário "Eldorado", sobre a imigração portuguesa no Luxemburgo, em que vemos pela primeira vez uma cena que se repete há 50 anos nas escolas do Luxemburgo. Mãe e filho tentam convencer o professor a inscrevê-lo numa via de ensino mais adequada às suas aspirações.
Os quatro protagonistas reais do filme Fernando Santos, Jonathan Loureiro, Isabel Oliveira e Carlos Borges
Estreia em Março: Documentário retrata imigrantes
 portugueses em busca do "Eldorado" luxemburguês
Quase sete anos depois do lançamento das primeiras sementes, o documentário "Eldorado", sobre a imigração portuguesa no Luxemburgo, vai finalmente chegar aos cinemas luxemburgueses. Durante três anos, os realizadores acompanharam a história de quatro imigrantes lusófonos em busca do "Eldorado" luxemburguês. O resultado é um filme a meio caminho entre o documentário e a ficção que quer mostrar as "alegrias e tristezas" dos imigrantes portugueses.