Escolha as suas informações

Companhia portuguesa Mala Voadora estreia peça no teatro de Esch-sur-Alzette
Cultura 2 min. 18.05.2021

Companhia portuguesa Mala Voadora estreia peça no teatro de Esch-sur-Alzette

Companhia portuguesa Mala Voadora estreia peça no teatro de Esch-sur-Alzette

Cultura 2 min. 18.05.2021

Companhia portuguesa Mala Voadora estreia peça no teatro de Esch-sur-Alzette

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
O monólogo 'inFausto' sobe ao palco do Théâtre d'Esch, na sexta-feira e no sábado, com interpretação em português e inglês.

A companhia portuguesa Mala Voadora traz ao Luxemburgo, no final desta semana, a peça 'inFausto'.

O teatro de Esch-sur-Alzette é o palco da estreia luxemburguesa deste monólogo, que é levado à cena na sexta-feira e no sábado, com interpretação em português e em inglês.

Na primeira noite, o espetáculo da companhia portuense será interpretado em língua portuguesa, e na segunda, em inglês.

De acordo com a sala de Esch-sur-Alzette, este monólogo que a companhia Mala Voadora traz "inesperadamente" a este teatro luxemburguês é parte de um projeto futuro de Esch 2022 - Capital Europeia da Cultura.

O espetáculo 'inFausto' parte de 'Fausto', peça encenada pelo ator Jorge Andrade, em 2018, a propósito dos 25 anos do Centro Cultural de Belém, em Lisboa, mas partindo daí para pensar o país e o mundo presentes. 'Fausto' narrava a história de um espetáculo de ambição desmedida que não chegava a acontecer, mas absorvia boa parte do orçamento de vários ministérios, causando uma afluência a Belém (Lisboa) de todos os portugueses movidos pela ambição de participar no projeto e ciando, assim, uma tragédia nacional, transmitida em direto na televisão.

Como um teatro dentro do teatro, a peça 'Fausto' construía um retrato crítico, quer do sistema de financiamento das artes, quer da relação entre o desenvolvimento dos acontecimentos políticos e o sensacionalismo dos media. 

Essa produção, com cerca de 100 pessoas em palco, onde se encenava também uma tentativa de conquista populista do poder, no meio do caos que o projeto 'Fausto' criava no país, é o mote para este novo espetáculo, escrito por Alex Cassal, a convite da Mala Voadora. Recuando à receção polémica da peça 'Fausto', 'inFausto' é oferecido a Jorge Andrade, autor e encenador da primeira, para uma interpretação solitária.

"Se 'Fausto' reunia cerca de 100 pessoas em palco, 'inFausto' é um monólogo. Mas nem por isso a escala da intriga diminui. Pelo contrário. Fausto, descobriu-se, foi afinal alvo de uma maquiavélica conspiração internacional", escreve a companhia no texto de apresentação da peça. 

'inFausto' pode ser vista no Théâtre d'Esch  na sexta-feira, 21 de maio, às 20h, na versão em português, e no sábado, dia 22, às 20h, na versão em inglês.

O espetáculo tem a duração de 60 minutos e os bilhetes custam entre 20€ (preço normal) e 9€, com desconto jovem.

Mais informações aqui.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A companhia portuguesa Mala Voadora vai regressar ao Teatro Nacional do Luxemburgo, esta sexta e sábado, para duas representações de "Wilde". Uma peça que revisita o "Leque de Lady Windermere", de Oscar Wilde, com a loucura refrescante dos mesmos autores de "Moçambique", que os portugueses puderam ver no Grão-Ducado no ano passado.