Escolha as suas informações

Carmen Souza trouxe Jazz e Soul com raízes cabo-verdianas ao Atelier
Cultura 8 27.04.2015 Do nosso arquivo online
No festival Printemps Musical

Carmen Souza trouxe Jazz e Soul com raízes cabo-verdianas ao Atelier

Cultura 8 27.04.2015 Do nosso arquivo online
No festival Printemps Musical

Carmen Souza trouxe Jazz e Soul com raízes cabo-verdianas ao Atelier

Veja as fotos do concerto de Carmen Souza no Atelier. O espectáculo da cantora cabo-verdiana teve lugar a 22 de Abril, no “Den Atelier”, em Hollerich, integrado no festival Printemps Musical.

A cantora de jazz Carmen Souza actuou na quinta-feira no Den Atelier, na cidade de Luxemburgo, e trouxe na bagagem o seu mais recente trabalho, “Epístola”.

“É sempre bom ter coisas novas e esta nova etapa traz coisas novas e refrescantes. ’Epístola’ tem muita improvisação, muitas partes em aberto e durante o concerto não se sabe o que vem a seguir, o que o torna especial”, disse a cantora cabo-verdiana ao CONTACTO.

Carmen Souza era uma das cabeças de cartas do festival Printemps Musical. A cantora, nascida em Lisboa, integra influências dos grandes nomes da música cabo-verdiana.

“Cresci a ouvir as músicas de Cabo Verde e de uma forma ou de outra esta influência tinha de estar presente no meu trabalho”, disse. “Independentemente de onde estejamos, todos nós temos um pouco de Cabo Verde dentro de nós. Quer viva na Holanda, em Lisboa ou no Luxemburgo, o cabo-verdiano traz sempre um pedacinho de Cabo Verde para onde está e é engraçado como no final de compor uma música damos conta dessas influências”.

Entre o público estava o deputado socialista Marc Angel, conquistado pelo quarteto Carmen Souza. “Impossível ficar indiferente”, disse o deputado.

Acompanhada por Theo Pascal no baixo e duplo baixo, Shane Forbes, na bateria, e Nathaniel Facey, no saxofone, Carmen Souza apresentou as suas melodias vibrantes, convidando o público “a apertar os cintos e levantar voo”.

A música “África”, do album Catxupada, foi entoada em uníssono pela plateia, mas a cantora não se deu por satisfeita e “exigiu” também que o público dançasse e se deixasse contagiar pelo ritmo quente da canção.

“Vocês estão a cantar demasiado fofinhos. África é mais que isso. África é quente, é forte e é bom”, brincou.

Considerada um dos nomes incontornáveis do jazz e do soul actuais, a cantora cabo-verdiana já tinha estado no Luxemburgo em 2010, num concerto que esgotou a Philharmonie.

Aleida Vieira


Notícias relacionadas

No festival Printemps Musical
A cantora cabo-verdiana Carmen Souza regressa ao Luxemburgo esta quarta-feira, dia 22 de Abril, para um concerto no “Den Atelier”, em Hollerich. O espectáculo integra o festival Printemps Musical, sendo o quarteto da cantora um dos cabeças de cartaz.
Carmen Souza
22 de Abril, no Printemps Musical
A cantora cabo-verdiana Carmen Souza regressa ao Luxemburgo a 22 de Abril como umas das cabeças de cartaz do festival Printemps Musical. Carmen Souza Quartet vai actuar do Den Atelier, em Hollerich, às 20h30. 
Carmen Souza