Escolha as suas informações

Carlos do Carmo. "Lisboa Menina e Moça" torna-se canção oficial da cidade
Cultura 04.01.2021

Carlos do Carmo. "Lisboa Menina e Moça" torna-se canção oficial da cidade

Carlos do Carmo. "Lisboa Menina e Moça" torna-se canção oficial da cidade

Foto: M. Dias/Contacto
Cultura 04.01.2021

Carlos do Carmo. "Lisboa Menina e Moça" torna-se canção oficial da cidade

Lusa
Lusa
O fado "Lisboa Menina e Moça", eternizado na voz de Carlos do Carmo, que morreu na sexta-feira, vai passar a ser a canção oficial da cidade de Lisboa, revelou hoje o presidente da câmara, Fernando Medina.

Numa breve nota publicada na sua página da rede social Facebook, Fernando Medina avança que esta "é a melhor homenagem que a cidade pode prestar a Carlos do Carmo, durante anos o grande embaixador do fado".

Segundo o autarca, trata-se de uma decisão tomada "com o acordo unânime" dos vereadores do município e que perpetua a importância do fadista para Lisboa.


Políticos e artistas homenageiam Carlos do Carmo
Começando por Marcelo Rebelo de Sousa, passando por António Costa, e acabando em nomes como Herman José, Sérgio Godinho e Fernando Tordo, todos lhe elogiam a pessoa e o seu papel na música portuguesa. A sua editora revela que há um último disco para sair que deixou Carlos do Carmo.

Ainda segundo Fernando Medina, a câmara, em articulação com a família do fadista, irá encontrar uma "forma complementar de o homenagear" atribuindo o seu nome a uma rua ou a um equipamento da cidade.

As cerimónias fúnebres do fadista Carlos do Carmo realizam-se esta segunda-feira, coincidindo com o dia de luto nacional decretado pelo Governo.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Políticos e artistas homenageiam Carlos do Carmo
Começando por Marcelo Rebelo de Sousa, passando por António Costa, e acabando em nomes como Herman José, Sérgio Godinho e Fernando Tordo, todos lhe elogiam a pessoa e o seu papel na música portuguesa. A sua editora revela que há um último disco para sair que deixou Carlos do Carmo.
Morreu o fadista Carlos do Carmo
O cantor, de 81 anos, morreu na manhã desta sexta-feira, no hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde tinha dado entrada ontem com um aneurisma. Confirmou ao semanário português Expresso fonte da família.