Escolha as suas informações

Caetano Veloso está infetado com covid-19 mas diz-se bem graças à vacina
Cultura 27.12.2021
Brasil

Caetano Veloso está infetado com covid-19 mas diz-se bem graças à vacina

Cantor tem 79 anos e o esquema de vacinação contra a covid-19 completo.
Brasil

Caetano Veloso está infetado com covid-19 mas diz-se bem graças à vacina

Cantor tem 79 anos e o esquema de vacinação contra a covid-19 completo.
Foto: Brazil Photo Press
Cultura 27.12.2021
Brasil

Caetano Veloso está infetado com covid-19 mas diz-se bem graças à vacina

Lusa
Lusa
Cantor tem 79 anos e já recebeu as três doses da vacina. Paula Lavigne, mulher do artista, também apresentou um resultado positivo ao novo coronavírus.

O cantautor brasileiro Caetano Veloso, um dos nomes mais importantes da música popular do Brasil, confirmou no domingo, na cidade de Salvador, estar infetado com covid-19, mas garantiu sentir-se bem graças à vacinação.

A empresária Paula Lavigne, mulher do artista, também apresentou um resultado positivo ao novo coronavírus, estando ambos, contudo, assintomáticos.

“Depois de uma semana de resultados negativos com testes diários, exigidas, e bem, pela produção de espetáculos televisivos, a Paula e eu demos positivo à covid-19 na Bahia, onde nos encontramos há cinco dias”, assegurou o músico e cantor numa mensagem publicada na rede social Instagram.

Cantor já recebeu as três doses da vacina

Caetano Veloso, 79 anos, que já recebeu as três doses da vacina, realçou a importância de contar com o esquema completo de imunização, e criticou fortemente o Governo do Presidente Jair Bolsonaro pelas restrições e condicionantes que quer impor aos menores entre os cinco e os 11 anos para que possam aceder livremente aos antígenos.

“Estamos bem e atribuímos isso ao facto de estarmos vacinados. O importante é que todos possam ser vacinados com as três doses. A pandemia não acabou e a nova variante [Omicron] é muito contagiosa”, afirmou.

“É inadmissível que o governo federal atrapalhe o programa de vacinação de crianças aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa, órgão regulador). Que o Estado brasileiro se livre desse Governo”, rebateu o artista vencedor de vários prémios Grammy.

Desde o início da pandemia, e segundo os dados oficiais, o Brasil, segundo país mais afetado só atrás dos Estados Unidos, acumulou mais de 2,2 milhões de infeções com covid-19, doença associada a mais de 619 mil mortes.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.