Escolha as suas informações

Antigo ministro da Cultura de Cabo Verde lança livro e dá concerto no Luxemburgo
Cultura 1 16.10.2019

Antigo ministro da Cultura de Cabo Verde lança livro e dá concerto no Luxemburgo

Mário Lúcio

Antigo ministro da Cultura de Cabo Verde lança livro e dá concerto no Luxemburgo

Mário Lúcio
Foto: J. Rodrigues
Cultura 1 16.10.2019

Antigo ministro da Cultura de Cabo Verde lança livro e dá concerto no Luxemburgo

O músico e antigo ministro da Cultura de Cabo Verde, Mário Lúcio, vem ao Luxemburgo este fim de semana para três eventos culturais, em que vai participar ao lado do irmão e igualmente músico, Princezito.

Mário Lúcio apresenta na sexta-feira o romance “O Diabo foi meu padeiro”, sobre a prisão do Tarrafal.

A apresentação vai ter lugar às 18h, no espaço “Altrimenti Culturel ASBL”, (Avenue Marie-Thérèse, n° 5), na capital, seguida de um workshop musical dedicado aos temas "A música e a cultura no cenário atual" e "A música e a carreira musical".

A realização deste workshop “visa responder aos apelos dos músicos e agentes culturais da comunidade cabo-verdiana no Luxemburgo e tem como objetivo ampliar conhecimentos e proporcionar vivências entre músicos, agentes culturais, associações, além da comunidade em geral”, refere a organização em comunicado.

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.

Já no sábado, Mário Lúcio e Princezito vão dar um concerto “Mano a mano”, a partir das 21h, na sala “Am Home”, em Pétange (Rue de l’Église, n° 52). O palco vai ser ainda partilhado com vários artistas locais, numa noite que vai servir para celebrar o Dia da Cultura e das Comunidades Cabo-verdianas.

O evento é organizado pela “Roda de Coladeira”, em parceria com a Associação Cabo-verdiana do Sul e com o apoio da Embaixada de Cabo Verde no Luxemburgo.

HB


Notícias relacionadas

Cabo Verde rima com música
A cultura cabo-verdiana é vasta e variada mas é na música que este povo encontra a sua essência. É através desta arte que este povo manifesta as suas alegrias, tristezas e sonhos.
Músico cabo-verdiano Djamilo Gomes, à direita, com alunos de guitarra