Escolha as suas informações

A 2 e 4 de Maio : Adriana Calcanhotto e Mísia com duas apresentações no Grão-Ducado
Cultura 2 min. 27.04.2016

A 2 e 4 de Maio : Adriana Calcanhotto e Mísia com duas apresentações no Grão-Ducado

Adriana Calcanhotto

A 2 e 4 de Maio : Adriana Calcanhotto e Mísia com duas apresentações no Grão-Ducado

Adriana Calcanhotto
Foto: Leo Aversa
Cultura 2 min. 27.04.2016

A 2 e 4 de Maio : Adriana Calcanhotto e Mísia com duas apresentações no Grão-Ducado

Além do concerto na Philharmonie, a 4 de Maio, as duas cantoras vão participar numa sessão de leitura de poemas que o Centro Cultural Português organiza na próxima segunda-feira, para assinalar o Dia Internacional da Língua Portuguesa e da Cultura.

Serão poucos os fãs que ainda não sabem que Adriana Calcanhotto vai actuar no Luxemburgo no próximo dia 4 de Maio, no âmbito do ciclo Autour du Monde, a série de concertos da Philharmonie dedicada à música do mundo. A cantora portuguesa Mísia, que participou na inauguração da sala de concertos, também participa neste concerto como convidada especial. Mas são seguramente poucos os que sabem da sessão de leitura de poemas que o Centro Cultural Português conseguiu organizar com as duas cantoras na próxima segunda-feira, dia 2 de Maio, pelas 19h horas.

Aproveitando uma estadia mais prolongada devido aos ensaios com a Orquestra Filarmónica do Luxemburgo (OPL), o Centro Cultural Português convidou Adriana Calcanhotto e Mísia para esta sessão de leitura de poemas. Trata-se de um acaso duplamente feliz, pois por um lado comemora-se na primeira semana de Maio o Dia Internacional da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP e, por outro, estão no Luxemburgo duas cantoras apaixonadas pela poesia escrita em português. A escolha dos poemas é surpresa, e só vai ser revelada na altura a quem assistir a esta celebração da língua portuguesa nas novas instalações do Instituto Camões, em Merl.

UM ELENCO DE LUXO: CALCANHOTTO, MÍSIA & OPL

Dois dias depois os poemas transformam-se em canções grandiosas, na companhia de Gast Waltzing e da OPL. O maestro, compositor e arranjador luxemburguês ganhou, juntamente com a orquestra residente da Philharmonie e a cantora originária do Benim Angélique Kidjo, o Grammy para melhor CD de música do mundo de 2015 com o álbum “Angélique Kidjo Sings with the Orchestre Philharmonique du Luxembourg”.

Adriana Calcanhoto também traz, não um, mas dois prémios de prestígio para o palco da Philharmonie, o Grammy Latino de 2010 para melhor canção brasileira, por “Tua”, composto para Maria Betânia, e outro, de 2006, pelo melhor álbum para a juventude por “Adriana Partimpim – O Show”.

Adriana Partimpim é o heterónimo com o qual a partir de 2004, e durante cerca de uma década, foi contadora de estórias para a infância e juventude – quem não conhece “Fico assim sem Você”? É uma cantora de contrastes que domina vários idiomas e gramáticas: Adriana Partimpim, intérprete estrela de temas de telenovela, “A Rainha da Sucata”, mais tarde “Laços de Família”, é simultaneamente a intérprete do álbum intimista e clássico “Fábrica do Poema” e de “Marítmo”, uma contrastante incursão no rock, samba e techno.

A cantautora compõe um número crescente dos temas que canta e no próximo dia 4 vamos poder ouvir mais uma nova faceta, com canções suas arranjadas para orquestra sinfónica.

Vamos ainda poder assistir ao encontro musical com Mísia, a cantora que em 1991 deu origem ao que mais tarde se veio a designar-se Novo Fado, um projecto para o qual seduziu poetas, compositores, designers, fotógrafos e estilistas. Se quiser saber o que vai resultar deste encontro único, aproveite os poucos bilhetes que ainda estão à venda.

Vera Herold

________

"Da minha língua vê-se o mar", 2 de Maio, 19h – Instituto Camões ( A. Joseph Thorn, 4, cidade do Luxemburgo)

Adriana Calcanhotto & OPL, 4 de Maio, 20h – Philharmonie


Notícias relacionadas

Concerto no Luxemburgo : Miguel Araújo na Philharmonie
O nome de Miguel Araújo se calhar não lhe diz muito, mas se lhe dissermos que é ele que canta aquela música que diz que “os maridos das outras são...”, com certeza que até já está a trautear a música que chegou aos tops portugueses em 2012. Miguel Araújo é autor e compositor e vai actuar no próximo dia 1 de Outubro na Philharmonie, na cidade do Luxemburgo. Há quem diga que é dos melhores da actualidade.
É a primeira vez que Miguel Araújo vem ao Luxemburgo