Escolha as suas informações

FMI alerta contra riscos da guerra comercial dos EUA

FMI alerta contra riscos da guerra comercial dos EUA

Foto: AFP
Comércio 23.07.2018

FMI alerta contra riscos da guerra comercial dos EUA

Christine Lagarde, responsável da instituição, falou na possibilidade de uma quebra de 0,5% no PIB mundial.

Se não houver alterações e a guerra comercial de iniciativa da Administração Trump prosseguir, existem riscos de quebra do PIB mundial na ordem dos 0,5%, de acordo com o alerta deixado por Christine Lagarde, responsável pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

A diretora da entidade referiu-se, durante a cimeira do G20, em Buenos Aires, ao "pior cenário" da espiral de conflitos comerciais que pode criar-se em função das medidas anunciadas pelos Estados Unidos. "Trata-se de uma situação capaz de causar a destruição de empregos e atrasar o crescimento à escala mundial", acentuou.

A manifestação destes receios tem a ver com os anúncios, feitos por Trump, acerca de novos impostos aplicados a importações de aço e alumínio, mas também ao clima de confronto comercial declarado aos países da União Europeia e ainda à possibilidade de alargar a aplicação de novas tarifas alfandegárias a todos os produtos com origem no mercado chinês.

O aviso de Lagarde segue-se a um outro já deixado por Maurice Obstfeld, economista-chefe do FMI, em declarações ao Financial Times, no mesmo sentido. "O risco de que as tensões comerciais se agravem, com efeitos adversos na confiança, preços das mercadorias e investimento, é a principal ameaça ao crescimento global a curto prazo", disse.

Obstfeld alertou ainda para as preocupações que as economias mais pequenas terão de enfrentar em função deste cenário. "Quanto mais aberta ao comércio for uma economia, mais dependente estará das exportações e, por essa razão, maior será o seu grau de vulnerabilidade". 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.