Wählen Sie Ihre Nachrichten​

Hoje há greve na Embaixada e no Consulado de Portugal no Luxemburgo

Os funcionários da Embaixada e do Consulado de Portugal no Luxemburgo estão esta quinta-feira em greve. Apenas uma funcionária está a trabalhar. A confirmação foi dada esta manhã ao wort.lu/pt e ao CONTACTO pelo cônsul Rui Monteiro.



A greve, marcada pelos sindicatos da Função Pública estende-se a todos os serviços externos do Ministério dos Negócios Estrangeiros nos diversos países onde Portugal faz-se representar.

Os quatro funcionários da Embaixada estão igualmente em greve.

No Consulado, apenas um dos 12 funcionários está a trabalhar.

O cônsul também vai estar no seu posto e explica como o Consulado vai funcionar hoje com uma única funcionária: "Apenas uma funcionária está a trabalhar com as pessoas com quem ela tinha marcações. Todos os outros encontraram alternativas para as marcações que tinham para hoje", disse o cônsul Rui Monteiro.

"O Consulado e a Embaixada vão estar sem atendimento telefónico esta quinta-feira", adiantou ainda o cônsul.

A greve, anunciada pelos sindicatos da Função Pública, foi subscrita pelas duas centrais sindicais portuguesas e conta com a adesão do Sindicato dos Trabalhadores Consulares e das Missões Diplomáticas (STCDE).

O STCDE invoca como motivações para a adesão à greve o corte do subsídio de férias, as intenções de aumentar a carga horária, os aumentos de descontos para ADSE (Caixa de previdências dos funcionários públicos), o alargamento da chamada mobilidade/reclassificação que conduz a despedimentos, a possibilidade de horários superiores a 40 horas semanais, entre outras medidas.